Quem são eles — os primos?

Ter um primo é diferente de ter um irmão ou um amigo.

É uma relação que independente de afinidades, parece que o amor já nasce pra explicar a ligação e justificar a cumplicidade.

É claro que existem exceções. Assim como em tantas outras relações.

Mas aquelas que “dão certo”, são prazerosas, alegres, acolhedoras e na infância (e talvez na vida adulta) pegam fogo! Ou quase pegam fogo né?

Quem não se lembra das brincadeiras e jogos nas casas dos tios e avós? Das ceias de Natal, do dia das crianças, dos aniversários, férias, fins de semana? Certamente essas memórias estão entre as melhores de nossa infância.

E os primos? Eles são protagonistas dessas histórias não é mesmo? Fizemos festa juntos!!!

Estou certa que família é um bem, um bem que nos faz bem, nos fortalece e nos justifica. E todos os personagens desse “bem” completam nossa história.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.