Esfolei meus joelhos depois de mais de 10 anos

Na minha infância isso era um episódio recorrente…

Calças rasgadas e joelhos sangrentos esfolados faziam parte da minha arte juvenil…

Chegava e ser um fato esperado e totalmente previsível…

Mas eu cresci, e parece que com o passar do tempo fui ficando mais atenta e menos estabanada.

Não caia mais tombos jogando bola ou andando de bicicleta…

Cheguei a pensar que isso fazia parte do crescer…e que crianças são naturalmente mais propensas a isso!

Mas hoje vejo, que não foram os tombos que cessaram…e sim minha criança espoleta que foi sendo suprimida…

As probabilidades dos tombos diminuíram, assim como a frequência dos esportes e das brincadeiras na rua…

Hoje, depois de muito tempo, me deparei no chão de uma calçada, de calça rasgata e joelho esfolado/sangrento…

E foi bom! Entendi, que os tombos haviam cessado não por ter desenvolvido uma maior habilidade e sim porque minhas brincadeiras na rua haviam diminuído muito de frequência!

Voltei a cair, a me sentir uma criança…Me ergui rápido e logo voltei a pedalar!

Estou resgatando que sou…minha criança espoleta e adormecida está ressurgindo, assim como minha alegria de viver…