Eu e a Escola do SER

Nem sempre é fácil acreditar na Escola do SER…sabe por quê? Porque acreditar nela é passar a confiar plenamente em si mesmo e isso nem sempre é fácil! A coisa que mais ouvi desde pequenininha é que não poderia fazer o que queria, que deveria aprender a gostar do que os outros gostavam, que deveria sentir o que os outros sentiam e que deveria me relacionar assim como os outros.

Mas pera lá….que são os outros? Quem está definindo isso que os outros estão seguindo e que me fazem seguir? Quem define o que é bom e mal, certo e errado?

Depois desse monte de questionamento preciso me desconstruir, porque a Escola do SER não vive mais na dualidade e nesse conceito de certo e errado…ela vive no espaço onde tudo é aprendizado e evolução, por isso ela automaticamente me tira de toda e qualquer reclamação e me faz agir pro-ativamente no mundo.

As vezes meu ego quer o reconhecimento desse feito maravilhoso, mas ao desejar isso ele desfaz aquilo que mais belo existe na essência do meu SER, que é o respeito e amor incondicional por todos os seres humanos. Meu ego ainda insiste em dizer o que deve ser feito e como, mas a essência do meu SER pede silêncio…e a essência da Escola do SER nada pede, só é…e por apenas SER me desprende de todas as conversas mentais e de todas as necessidades hora impostas!

Estou aprendendo…a Escola do SER é a escola da minha vida, que me diz bem baixinho desprende…faz…liberta esse ser lindo que encanta e te faz perder as palavras! A Escola do SER muda a minha vida em cada segundo que me recorda que tá tudo no seu devido lugar e que o único propósito da minha vida é estar aqui nesse momento, escrevendo essas palavras…