Você é grande aos meus olhos. Um indivíduo, um mundo particular, uma imensidão de sentimentos que transbordam. Você é grande. Todos os dias, acorda em busca dos seus objetivos, da sua própria evolução — e de não machucar as pessoas durante esse processo. Suas palavras não são alfinetes, você as envolve de amor, e doa-se ao próximo como quem quer perpetuar na face da Terra sentimentos bons. Você foi pra um lugar desconhecido sozinho, construiu sua vida, fez amigos, passou pelas mais diversas dificuldades. E você continua buscando o “lugar desconhecido” dentro de si mesmo quando tudo já está estabilizado. Você é grande. Grande, e cheio de coisas para oferecer, cheia de vontade de crescer, sem medo de expor seus pensamentos e ser transparente àqueles que te vêem. Não há o que esconder. Você é grande. E não aceita mais que te vejam pequeno como já fizeram inúmeras vezes antes que você se olhasse no espelho através de si mesmo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.