Ah, esses logos!

Fazendo uma pesquisa rápida na web, já se tem uma boa noção de que nem todo logo cumpre seu de papel de representar uma entidade, seja ela uma empresa, uma pessoa, um evento, um produto… ou seja, ser a representação visual de uma marca. Outros, no entanto, criam verdadeiros “monstros” do branding mundial, muitas vezes criando tendências capazes de mudar os costumes ou até mesmo a cultura de um povo. Enfim, de alguma forma marcam a história.

Desse dualismo entre o logo que deu certo e aquele que deu errado, é possível encontrar verdadeiras “pérolas” que fazem uso de conceitos da Gestalt e da Semiótica, que vão da genialidade à estupidez. Algumas vezes até mesmo com uma certa pitada de sacanagem, pelo menos aos nossos olhos. Vamos a algumas delas:

Alguns que deram certo:

Fedex: a seta formada entre as letras “E” e “x” remete à eficiência e agilidade da empresa Federal Express, que atua no mercado de entregas de correspondência e objetos nos Estados Unidos.

Goodwill: o rostinho sorridente é, na verdade, a letra “G” da palavra inglesa do logo da empresa de voluntariado, que significa “boa vontade” — um sorriso é o símbolo ideal para esse tipo de ação, não acha?

Pitsburg Zoo: aqui encontramos claramente algumas leis da Gestalt. Linda combinação entre fauna, flora e design arrojado!

…seguindo o mesmo raciocínio, o Bronx Zoo “brincou” com a arquitetura peculiar do condado do Bronx, em Nova Iorque.

Spartan Golf Club: mais Gestalt… muito massa esse logo! :D

PokerHills: “colinas do poker”… o gesto de levantar as cartas com cuidado, para que o adversário não veja, inspirou as duas montanhas desse logo! O “coraçãozinho” foi o charme! hehehe

Bem, mas nem tudo funciona como esperado…

Centro Pediátrico de Arlington
Apoio e proteção à criança? =O
Logo de 1973 da Igreja Católica sobre a Pastoral da Juventude
Você almoçaria em um restaurante chinês com esse logo?
Esse também não aparenta ser muito apetitoso… =/
Eita lelê…
Complicado… complicado…
Aqui no Brasil a “cudavara” não faria muito sucesso … e o detalhe dos bonequinhos formando o “K”!? Vixe!!!

Alguns exemplos de logotipos criativos:

Para finalizar, não poderia faltar a criatividade brasileira, que na minha opinião é insuperável! A imagem abaixo não refere-se a logos, mas segue a linha do duplo sentido aproveitando mais uma vez às leis da Gestalt… diga-me o que você vê nesta ‘ingênua’ campanha do Charm Motel, caro leitor!

…eu, vejo frutas! ;)

Até o próximo artigo! o/