Padrão e Controle da Qualidade

Basicamente, a venda é realizada uma única vez. A partir desse primeiro momento é realizado um ciclo de revenda, onde o objetivo é fazer com que o cliente compre o serviço/produto por mais vezes. O que faz o cliente comprar novamente, é a constância ou predominância de uma característica do que ele está comprando e que percebe como positiva. A decisão de recompra é influenciada por um conjunto de características positivas percebida pelo comprador.

Um serviço/produto tem várias qualidades/características, que independente se são positivas ou negativas, tornam-se a identidade da empresa.

QUALIDADE é a característica/atributo de um serviço ou produto.
QUALIDADE MODELO é a característica considerada como ideal para satisfazer a necessidade ou o desejo do cliente.
CONTROLE DA QUALIDADE é o trabalho realizado para reduzir a variação ocorrente nas características do serviço/produto.

A padronização é o resultado de uma série de processos bem executados, de forma que o trabalho a ser realizado é o controle dos procedimentos envolvidos na produção do serviço/produto. Isso nos leva a visualizar que, o Padrão da Qualidade é conquistado! Para que seja realizado o controle, a equipe de gestão deve dispor de ferramentas administrativas que facilitem a análise dos dados coletados. E para saber quais dados coletar, o gestor deve ter um pleno conhecimento do que se quer controlar, fazendo para si mesmo uma pergunta muito simples: o que eu quero/preciso controlar? Ex.: Se a resposta para a pergunta for “preciso controlar a temperatura da água da piscina”, o primeiro dado a ser coletado é a opinião dos clientes sobre à qual temperatura eles gostam de praticar as atividades. A partir disso o gestor tem a qualidade modelo, e pode realizar periodicamente uma outra coleta de dados sobre a temperatura da água da piscina e manter um controle sobre isso. Controlando adequadamente o processo de aquecimento, é conquistado um padrão da qualidade.

É claro que isso é apenas um exemplo. O Controle da Qualidade pode ser realizado em qualquer setor da empresa. Tudo o que pode ser mensurado, pode ser controlado! Se a equipe de gestão conseguir quantificar um elemento do serviço/produto, a faca e o queijo estão na mão*.

Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia.
William Edwards Deming

*Expressão comum, utilizada para indicar que a pessoa está com as condições ideais à disposição.

Like what you read? Give Fabiano Amaral a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.