JÁ PASSEI…..

Já passei….passei por momentos que não quisera tê-los passado, passei por momentos que quisera ter sido outra pessoa, menos eu (é claro).


Passei por momentos, que certamente vieram à existir por minha única e exclusiva incompetência em gerir a minha vida, quisera eu ter sido mais presente, quisera eu ter sido mais efusivo em colocar pra fora o que habita o meu coração, sim, porque quantas vezes dizemos, vez após vez, que sentimos algo, mas do que valem aquelas palavras, se na verdade elas não se tornam, ou melhor, elas não se personificam em atitudes, em ações que as comprovem de fato, e o máximo que você poderá amargar é o pensamento doloso que virá, ao final de tudo, e ver que realmente você poderia ter feito mais.

Ninguém exige nada de ninguém de ninguém (por mais que certamente alguns tentem), mas aquilo que você um dia “propangadeou” sobre si pra outrem, deve ser uma realidade, por que senão for assim, tanto você, quanto mais o “alvo” de sua falsa propaganda, sofrerão de maneira absurda, algo que sem dúvidas poderia ser evitado, o fato é que, vivemos a vida de maneira automática, a frieza e automatismo dos dias em que vivemos tem tomado conta de nós (…choro…), queria ter feito mais, ter errado menos, ter abraçado mais, ter dito mais “eu te amo” acompanhados de atitudes condizentes, e sem com isso querer absolutamente nada em troca.


Já passei……mas ainda posso passar, e alterar cursos, resultados, colheitas, (…choro…), Enquanto Houver Vida, haverá esperança.

Ela, sim ela, a ESPERANÇA, não permita que ela se vá, se ela se for, o que haverá? Não haverá horizonte, não haverá luz no fundo do túnel. Um sentimento avassalador pode até mesmo passar por sobre si, como um rolo compressor, sair disso, pode ter certeza, vai depender em quase sua maioria de você, pessoas podem até colaborar positivamente de alguma forma, mas o querer tem que estar em você.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.