Primeiros passos para criação de escultura 3D utilizando o Blender!

Projeto Astaire Esculpido disponível em https://www.instagram.com/fabioh2c/

Se um dia pensar em aprimorar suas ilustrações digitais ao acrescentar mais uma dimensão na profundidade de suas formas, uma boa opção é praticar a criação de esculturas usando softwares de modelagem 3D.

Operados somente por grandes estúdios de animação no passado, nos dias de hoje esse tipo de ferramenta pode ser utilizada por qualquer pessoa, desde que esteja disposta em aprender, e também tenha bom hardware para suportar todos os processamentos vetoriais.

Entre várias opções disponíveis neste mercado de modelagem, a abordada nesta publicação é o software alemão Blender 3D, levando em consideração as seguintes características:

  • Software Livre — a aplicação é mantida por uma comunidade de desenvolvedores da Blender Foundation, responsável por atualizá-la frequentemente sem a necessidade de pagarmos por isso.
  • Multiplataforma — pode ser executada em sistemas operacionais Linux, Windows ou Mac OS.
  • Multifuncional — Além de escultura, o programa foi criado para realizar modelagens 3D e animações em 2D/3D.
  • Usabilidade — cada versão lançada possui novas funcionalidades para aprimoramento de sua modelagem. Ou seja, as versões atuais são mais simples de se usar que as antecessoras.

Como funciona o modo de escultura?

Apesar de várias possibilidades, ao direcionarmos nossa atenção para escultura, abordaremos o sculpting mode. Este módulo do possui uma barra de ferramentas parecida com a do Adobe Photoshop (ou a maioria dos editores de imagens), porém com itens baseados nas técnicas tradicionais prontos para serem utilizados em conjunto sobre uma forma básica ao centro da tela, a qual chamamos de objeto. Assim que interagimos nesta “configuração física”, o número de vértices contidos nela aumenta (ou em certas situações também pode diminuir) consideravelmente, pois não temos controle da quantidade de pontos que o polígono pode ter nesse modo de operação. Por outro lado, caso queira criar peças geométricas mais simples, a alternativa é utilizar somente o object mode.

Ter conhecimento de como a malha é modificada em cada ação sobre o objeto é bem importante, pois sua proporção afeta consideravelmente na utilização memória RAM e de vídeo do computador. Então, se não quer que a aplicação trave ao criar uma bela obra de Rodin, vai precisar de mais de 8G de RAM, com certeza. Somente esse exemplo da imagem possui 62 mil vértices com 124 mil faces! E com tamanho de arquivo em torno de 70MB.

O que mais pode ser feito ao finalizar a escultura?

Para não deixar que a ideia permaneça com a aparência cinza “durepoxi” no final, o utilitário também oferece recursos de texturização. Essa técnica nada mais é que a criação de uma imagem para envolver a escultura, como se fosse a embalagem de um produto. Ou para quem gosta de jogos de videogame, seria o skin dos personagens em universos tridimensionais. E para isso, pode-se utilizar o modo de trabalho texture paint, onde o Blender mapeia todos os pontos esculpidos da malha para interpretá-los num plano 2D. A partir disto, é possível colorir e estilizar regiões indicadas para cada parte equivalente do objeto final. Como este processo se trata de apenas de uma renderização, também há a opção de exportar o arquivo e editá-lo em qualquer editor de imagem.

Mas ainda existem outras possibilidades mais avançadas para dar mais vida à sua obra, talvez na concepção de uma animação ou até mesmo transformá-la num personagem de jogo. Porém, para isso é necessário seguir para fase de nome retopologia, cujo método consiste em mapear os principais pontos da escultura com intuito de reduzir o número de vértices e encontrar seus eixos de movimento.Contudo, isso é assunto para outro artigo.

Seguem alguns links que podem auxiliar nos trajetos citados, além de outras dicas para evoluir seu projeto:

  • Cria Jogo — Demonstração de cada ferramenta para Escultura 3D no Blender 2.8
  • InsightZ — Modelagem de um objeto a partir de formas básicas
  • Video Vertigo — Retopologia de uma escultura
  • Macaco Carimbador — Pintura e texturização de personagem

As vezes engenheiro de software, as vezes ilustrador, outras tantas crítico de cinema, mas todo o tempo um apaixonado por arte e cultura. Astaire.com.br

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store