Luís, só tenho a dizer que fico muito feliz que tenha lido, gostado e entendido e sobre o que você…
Matheus José Maria
31

Complementando, enquanto as pessoas continuarem a seguir esse comportamento do “jeitinho brasileiro” de querer ter vantagem em cima dos outros, nada vai mudar. Essa mudança tem que ser de baixo pra cima, com a mudança da mentalidade egoísta, orgulhosa e vaidosa, que pensa no privado em detrimento do coletivo, e não de cima pra baixo. Enquanto cada indivíduo não fizer a sua parte, e levar uma vida com honestidade (sendo as pessoas que procuram ser honestas chamadas de otárias), nada vai progredir. Não adianta substituir uma fruta podre por uma que está começando o processo de putrefação. Já ouvi pessoas (e não são poucas) que reclamam sobre irregularidades cometidas pelo alto escalão de governança, que muitas vezes não fazem o mesmo por falta de oportunidade. Lembra aquela história de ter um emprego público por conta da estabilidade,ter pouco serviço e ganhar bem. Quem pensa assim, vai fazer o que puder pra ter benefícios, sendo eles lícitos ou não. Na hora de assumir as prórprias responsabilidades, todos se calam, mas quando é pra atacar o “culpado”, são os primeiros a pegarem as pedras.