“HOJE você vai tomar as decisões que vem adiando!”

Sempre tive medo das consequências que as minhas decisões iriam trazer, pois as pessoas a minha volta queriam que eu pisasse nos blocos certos para não cair. Você cresce com medo e cria um monte de neuras. Até quando não tem ninguém influenciado o que eu penso crio travas.

Tomo decisões difíceis quando tenho que tomar, mas não sei a melhor forma de fazer isso. Algumas acabo deixando pra depois, dias, meses, anos…Só que nada vai se resolver sem que eu faça alguma coisa. Em alguns casos deixo o tempo resolver como desculpa para não fazer o que sei que é o mais sensato. Sou o único que pode tomar decisões por mim e também sou meu pior inimigo.

Tenho medo de de dar certo, de dar errado, do que os outros vão pensar, de ficar mais doente do que eu imagino estar, de não conseguir fazer tudo que eu quero, de não ser bom o suficiente, de fraquejar, de viver na incerteza. Essas coisas dominam meus pensamentos me deixando paralisado em certos momentos.

Quando deito para dormir falo para mim mesmo “amanhã você vai tomar as decisões que vem adiando!”. O dia amanhece e continuo paralisado pelas neuras.

Hoje não foi diferente, mas decidi me forçar a dar um passo de cada vez. Por mais que sejam passos de formiga. Um pouco mais de esforço, talvez eu consiga clarear algo.

Nota: HOJE VOCÊ VAI TOMAR AS DECISÕES QUE VEM ADIANDO!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.