Vida de blogueira

Farah Serra
Mar 9, 2016 · 3 min read

Os meus dois blogs, Pelos campos de trigo e Tempos de gestão, nasceram de uma viagem e de um sonho e hoje são “o meu lugar”. O meu lugar de descobertas, mergulhos, é onde me inspiro e onde eu faço. Confesso que para mim eles têm personalidades…

Crédito imagem: Edar. Licença: CC0 Public Domain.

Os meus dois blogs, Pelos campos de trigo e Tempos de gestão, nasceram em 2014. Eles nasceram de uma viagem e de um sonho e hoje são “o meu lugar”. O meu lugar de descobertas, mergulhos, é onde me inspiro e onde eu faço.

Confesso que para mim eles têm personalidades — são os meus filhos. Ainda somos jovens, eu tenho 34 anos e eles, dois anos. Contudo acreditamos naquilo que estamos fazendo, somos curiosos e as dificuldades nos deixam fortes.

Os nossos recursos são as fantasias e a vontade de fazer. Somos sonhadores, somos viajantes, somos fascinados pelos escritores, pelos músicos, pelos artistas, pelos estudiosos, pelos pesquisadores, pelos empreendedores, pelos humanos… por todos aqueles que vivem com paixão e que conseguem nos transmitir os seus entusiasmos. Lemos os seus livros, escutamos as suas histórias, as suas músicas, apreciamos as suas artes, as suas descobertas, as suas invenções, suas genialidades e não por menos as suas coragens. Pois são elas que nos emocionam, nos ajudam a olhar, e nos incitam a procurar. Isto é, são elas que nos ajudam a acreditar, a não parar, a viver.

O meu desejo é que saibamos — eu, Pelos campos de trigo e Tempos de gestão — passar esse encantamento pela vida também a você!

Conheça-nos!

Pelos campos de trigo #generalista #contemporâneo

O Pelos campos de trigo é sobre experiências. É sobre pensamentos e reflexões. É sobre viagens. É sobre a vida.

Tempos de gestão #gestão #sustentabilidade #turismo

Tempos de gestão. Coletivamente construindo algo melhor.

www.peloscamposdetrigo.com
www.temposdegestao.com

Tenho ainda o Observações sobre o belo e o sublime na Obvious.

O filósofo alemão, Immanuel Kant, definiu dois sentimentos principais na forma como experimentamos a arte e a vida. O belo é aquilo que nos causa um prazer despreocupado, como a visão de uma flor ou de uma criança. Já o sublime é o que provoca um encantamento misturado com temor: como a visão de uma tempestade. Neste espaço faço observações sobre a vida e a arte, sob um ponto de vista fortemente influenciado pelos olhos de quem viu (mais do que propriamente sobre o que foi visto).

Observações sobre o belo e o sublime

Sob um ponto de vista fortemente influenciado pelos olhos de quem viu…

Observações sobre o belo e o sublime é o meu espaço pessoal dentro da prestigiada rede colaborativa Obvious.

E, em tempo, me acompanhe @peloscantosdomundo, no Instagram.

@peloscantosdomundo #fotosdeviagens #viagemdefotos

Siga no Instagram!

Também estou lá no administradores.com, no Brasileiras Pelo Mundo, aqui no Medium e, às vezes, dou uns pulinhos lá no Update or Die!.

Ufa…

Farah Serra

Written by

Blogger | Web Writer | Translator