Sobre criar espaços para o Futuro

Há aproximadamente três meses, eu aceitei um desafio que eu resumo da seguinte forma: uma multinacional francesa, com quase três mil colaboradores no Brasil, cujo propósito é "Criar espaços para o Futuro", me chamou para fazer parte de um time chamado Gestão Exponencial. Not bad, huh?

Quem me conhece sabe que eu venho estudando bastante sobre inovação, transformação digital, futuro e modelos de negócio nos últimos anos. Ter uma oportunidade como essa, de colocar esses conceitos na prática, é "do c#@$*!"

Minha principal dúvida era se o grande foco estava em mudar a cultura ou entregar projetos, ao que eu recebi uma bela resposta que foi "seja um artista". Interessante para quem se considera um admirador (amador?) das artes mas enigmático para quem tem entregas para fazer.

Resolvi iniciar um trabalho de inovação centrada no ser humano (com um grupo de engenheiros) e o primeiro passo foi um treinamento de Design Thinking para nosso time do GEXP, como somos popularmente conhecidos dentro da empresa. Nosso facilitador foi o parceiro Vinicius Nakamura.

De posse desse novo mindset, rumamos para um desafio real e nosso, e escolhemos como caminho inicial a nossa própria Metodologia de Gestão Exponencial, que é algo que entregamos para todas as áreas internas da empresa. O desafio era: "como melhorar a experiência das pessoas com a Metodologia de Gestão Exponencial".

O trabalho se iniciou com a frase "Bem-vindos à era do post-it", pois me deixou intrigado desde o início não ver nenhum post-it nas paredes da empresa. E foi lindo de ver a gurizada, que recém tinha saído do treinamento, andando pela empresa e com a missão de entrevistar colegas e entender melhor o problema que tínhamos identificado.

Ao final, além de termos ideias para três novos produtos, também dedicamos um tempo para montar o nosso Golden Circle e um quadro de “É/Não é;Faz/Não faz” para o time. E uma frase, que resume o nosso sentimento: "Precisamos estar preparados para mudar. Sempre!"

Logo na sequência, recebemos um novo desafio que foi o de organizar um Workshop para todas as lideranças da empresa, como foco em Gestão Exponencial. Estávamos de posse de bons materiais mas organizar um evento é sempre um desafio diferente.

Foram dias de trabalho intenso, árduo e muita diversão! Criamos um e-Book de Gestão Exponencial para as áreas, uma palestra mais ilustrativa, um jogo de Escape Game dentro da temática e uma grande confraternização ao final!

Modelos de Negócio: uma pitada de Molho Secreto
#CriandoEspaçosParaOFuturo

Com o resultado desse trabalho, ficamos todos energizados com as possibilidades que se abriram. Desse ponto em diante, começamos a trabalhar um conceito novo com as demandas que estão sob nossa responsabilidade, como facilitadores: times de produto.

É nós que brilha!

Inicialmente, para sprints de duas semanas, formatamos times para atuarem juntos com foco no produto. Cada time com seu Product Owner e Scrum Master, com um kanban bem montadinho de coisas para entregar e um senso de equipe materializado por um lindo colete refletivo :-)

E foi um, dois, dali a pouco três times de produto, cada um com sua característica. E o aprendizado foi aumentando e a entrega de valor ganhando consistência. Aos poucos, vimos algumas daily acontecendo entre as equipes e pequenos kanbanzinhos brotando pelas paredes.

Pude compartilhar um pouco dos conhecimentos da WTF! School em uma experiência de Pensamento Computacional, com longas horas de dedicação, aprendizado e também diversão!

O por-de-sol do Guaíba foi pano de fundo para mais essa etapa. Às vezes pedimos licença, outras vezes, apenas desculpas.

E mais do que conhecer o time e os desafios, foi tempo de conhecer a operação, as pessoas, e como nosso trabalho impacta nesses quase 3 mil espalhadas pelo Brasil todo. Pessoas vêm, pessoas vão mas seguimos crescendo e nos expandindo como ideia, até nos desmaterializarmos de vez.

Nosso GEXP é/foi composto por:

  • Frederico Blanco (aka Fred, Fredo, fedeblanco): um dos antigos, sempre sereno, do chimarrão e do surf. Rebelde da paz, do Bloco da Laje ao Jazz;
  • Leonardo Jaques (aka Perguntinha II): novato mas que vem cheio de vontade para contribuir. Cozinheiro nas horas vagas;
  • Lucas Echel (aka Perguntinha I): joga nas 11, traz grande experiência da indústria. Do Caindo a Ficha, do Margot, triatleta e sempre animado;
  • Marcos Sokolowski (aka Markus): um parceiro developer. Atencioso e dedicado. Do Margot, da academia, do suco de uva e da pitanguinha;
  • Matheus Carvalho: da TI mas também do GEXP. Pai do Henrique, sempre tranquilo e solícito mesmo bem atarefado;
  • Nathália Gil (aka Nathi): não está mais na nossa equipe mas sempre contribuiu muito com dedicação e sinceridade à toda prova;
  • Paulo Gall (aka Paulo Biai): de Bagé, da Força Aérea Brasileira, dos números, não tem tempo ruim nem horário pra entregar a missão;
  • Tiago Kaplan: não está mais na nossa equipe mas, segundo ele próprio, dá tempo pra tudo, inclusive par manter sua proximidade conosco. Sempre bem-vindo!
  • Vinicius Schwanck (aka Pikachu, Vini): fã de GoT, odeia sushi, manja dos paranauês do Scrum. Gosta de tudo bem certinho e se dedica ao máximo pra isso;
  • Membros Honorários: Bruna, Pedro e Cecília são GEXP de coração e estão sempre conosco, independente da empreitada!

Nesses três meses, o que tenho feito é aplicar os conhecimentos que agreguei nos últimos anos, e acho plenamente justo reconhecer as fontes e redes de onde trouxe minha inspiração:

  • Molho Secreto: essa comunidade experimental hacker, que combina modelos de negócio e algoritmos, que tanto tem transformado meu mindset e minha vida. Ali nasceu esse papo sobre novos modelos de negócio, tecnologia e futuro;
  • Pulsar/Popcorn: a vivência da facilitação, autoconhecimento, práticas em equipe e propósito. Do check-in, check-out, da pilha de grana;
  • WTF! School: depois de conhecer a WTF!, nenhum aprendizado é meramente um aprendizado. Tudo é sobre a experiência e a forma de tornar algo complexo em algo simples e marcante.

E essa história não acaba aqui. Se você tem interesse de saber mais, contribuir e aprender com essa jornada, fala comigo. Acredito que juntos somos melhores e temos muito a desenvolver com o ecossistema empreendedor do Brasil todo.

E se você ainda não sabe de qual empresa estou falando, muito prazer, nós somos a Indigo e criamos espaços para o Futuro 🚀