A incrível vida de Josias

(Esse texto, escrito em meados de 2008, não fui eu quem escreveu: é de uma fonte que quer permanecer anônima)

Todo ano centenas de pessoas morrem ou ficam feridas por um raio. Neste mesmo ano, apenas uma pessoa ganha na Mega Sena, o que significa que é muito mais fácil cair um raio em sua cabeça do que ficar milionário da noite para o dia. Josias, no entanto, aos 37 anos, já tinha sido acertado por 3 raios. na ocasião do seu primeiro raio tinha apenas 9 anos, estava brincando na areia com alguns amiguinhos e ZAP!

Sua mãe levou-o no médico, que disse não ter acontecido nada de grave com o garoto. Entretanto, duas semanas depois lá estava o rapaz de volta, agindo estranho e falando coisas que a sua família não entendia. Tempos depois, os médicos trouxeram Josias e explicaram que de alguma maneira, o rapaz estava com a inteligência muito avançada. Aprendera a falar inglês e italiano e a cozinhar. Tinha decorado a Barsa e o guia telefônico.

Seu pai que trabalhava no canavial não quis perder a chance e inscreveu o garoto no Show do Milhão. Rapidinho, o garoto de 9 anos estava nas últimas perguntas:

— Valendo 200 mil reais, qual é a capital da Moldávia?

— Sibatuna.

— A resposta está eeeeeeeexata!! Vai parar?

— Não, continua.

— Valendo 500 mil reais, qual é o maior exército do mundo?

— O exército chinês!

— A resposta está eeeeeeeexata!!! Vai parar?

— Não, continua.

— No duro? Valendo 1 milhão de reais, com quantos paus se faz uma canoa?

— 29!

— A resposta está eeeeeeeeeerrada! Perdeu 1 milhão de reais!

De volta pro sertão, seu pai tratou de aplicar-lhe uma surra e colocá-lo de castigo. Os anos se passavam, Josias tirava as melhores notas do colégio, conseguiu uma bolsa de estudos para a faculdade e foi comemorar suas férias, aos 19, na praia com os colegas. Todos na areia conversando quando de repente ZAP! A única nuvem do céu nordestino despeja um raio bem em cima de Josias.

Ao acordar no hospital, estranhou as enfermeiras, todas sem roupas, tudo que um adolescente espera. Achou que estava num sonho e tentou agarrar a enfermeira de belas pernas que lhe trocava o curativo. “Moleque tarado! Segurança!” Seu sonho se tornava um pesadelo, um homem enorme lhe aplicou um sedativo. Quando acordou novamente, sua família estava na sala, sem roupa. Na verdade estavam todos sem roupa, inclusive ele mesmo.

Os médicos não sabiam explicar porque ele não se lembrava mais do conteúdo do colégio e não sabia mais falar inglês e italiano. Acabou perdendo a bolsa de estudos porque não conseguia mais se concentrar na faculdade. Quanto ao seu novo dom, manteve segredo. Aproveitou o feito para ganhar dinheiro, já que sabia desmascarar as garotas caídas, virou diretor de filme pornô e aliciador de menores.

Infelizmente, o negócio não deu certo e Josias acabou preso. Ficava se remoendo na cadeia e esperando a sorte grande chegar e se dar bem na vida. Depois de 10 anos de xilindró chegou sua vez. “Prisioneiro sete quatro dois cinco três meia doze, está liberado!” Pegou suas tralhas e foi pra casa. O mundo tinha mudado, já não sabia mais o que fazer para vencer na vida.

Resolveu tentar a sorte que o tinha traído tantas vezes. Comprou um bilhete da Mega Sena e preencheu os números com o seu código de presidiário. Certo dia, sentado no sofá, sonhou que o carcereiro chamava o seu nome e queria levá-lo à solitária. Era apenas a televisão ligada dizendo os números campeões, era o seu bilhete! Tomado pela alegria saiu de casa correndo com o bilhete na mão, mesmo naquela noite chuvosa, coisa rara naquela época no nordeste. GANHEI! GANHEI! GANHEI!

ZAP! Um raio o acerta em cheio.

Vinheta do Jornal Nacional.

William Bonner: no Alagoas, um homem é atingido por um raio e morre na praia!

Fátima: Veja bem William como é a vida, na mesma cidade, um homem simples achou um bilhete premiado da Mega Sena!

William: a seguir, a gafe de Lula em Cuba e o Papa dá um recado aos jovens.

Papa: só o sofrimento leva ao Reino dos Céus!

Comerciais.

Josias acorda num lugar estranho com um homem de branco à sua frente:

— Você é deus? Eu sabia! A minha vida de sofrimento foi recompensada!

— Não, sou o advogado dele! Faz tempo que estamos de olho em você! Temos várias denúncias contra você: fraude contra o Sílvio Santos, colando nas provas do colégio, sem falar naqueles filmes horríveis que você fez! Como você se considera, culpado ou inocente?

— Culpado, senhor.

ZAAAAAAP!!! Anjos voam ao redor. Uma ninfa toca harpa. O advogado se transforma na imagem à sua semelhança:

— A resposta está eeeeeeeeeeeeeeeeeexata! Pode entrar no Reino dos Céus!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Fabiana Cecin’s story.