O que faria em Presidente Prudente se caso fosse prefeito?

Realizaram esta pergunta, voltei os meus olhares para Prudente e estudei o que podia fazer por ela se em caso me elegesse como Prefeito.

Perguntaram esta semana o que eu faria em Presidente Prudente se fosse prefeito, para quem não me conhece sou natural da cidade que neste ano irá fazer 100 anos com uma população de 200.042 (2010) segundo a Organização das Nações Unidas.

Como morei 17 anos da minha vida nesta cidade posso dizer com propriedade os seus problemas e como melhora-la, porém, eu não fico satisfeito somente com a forma empírica começando a ler estudos e projetos de cidade já imaginados para Prudente.


Prudente deixaria de ser uma cidade dormitório

Já pararam para pensar que prudente não tem linhas da periferia para periferia? Isso se deve por que a cidade tem a cultura de ir de casa para o trabalho e nada mais, explorar a periferia de Prudente com o transporte público é mais difícil que ir de Perus á Parelheiros em São Paulo, a população tem uma fraca percepção do que é dela.

Avenida Paulista aos domigos

A prefeitura teria que em 4 anos incentivar as pessoas saírem de suas casas e apropriar da cidade a qual elas vivem, isso seria uma política pública de longo-prazo com custo baixo que irá prover Saúde, Lazer e Segurança.

O fechamento de pelo menos 4 ruas para lazer e atividades culturais nos finais de semana também teríamos encontros com os representantes públicos, todo o executivo municipal teria que ir de forma obrigatória para as ruas da cidade e ter a disponibilidade de conversar com a população.


Ajuste fiscal

A cidade tem um orçamento projetado para 2017 de R$ 572.549.890,00, ao meu ver precisamos garantir uma saúde financeira para poder prover os serviços básicos de competência da Prefeitura.

Criação da Secretária de Combate a Irregularidades (SCI) teria um papel de auditar todos os contratos do município, garantindo o cumprimento da lei e encontrando possíveis corruptores dentro do governo, grandes devedores e reinstituição de valores desviados.


IPP — Integração Público Privado

A prefeitura iria criar uma área para integrar o setor público com o privado em todas as vertentes focando a melhora dos serviços, a integração ocorreria por meio de API para os sistemas de informática de vários setores da sociedade assim fortalecendo a presença do poder público, melhor coleta de dados e aprimoramento de processos.


Saúde

A cidade tem uma quantidade de médicos por habitante suficiente para atender as necessidades da população, comparando muitas cidades do interior que tem este índice abaixo do esperado pela a Organização Mundial de Saúde.

Realizar parcerias com setor privado da cidade para zerar a fila de exames e consultas, o programa Saúde Rápida terá como objetivo a melhora do atendimento público, devemos promover parcerias com os principais hospitais privados da região.

Criar o programa Saúde Em Casa, ele teria como objetivo promover junto com as UBSs visitas aos moradores do bairro principalmente aos grupos de maior vulnerabilidade para poder agendar consultas preventivas, orientar a população e promover uma aproximação dos médicos com os pacientes.


Segurança Pública

A prefeitura iria lançar o maior programa de vigilância pública utilizando recursos privados, o Sinta Seguro, iremos criar um pacote de mil câmeras pela cidade e mais um sistema para integrar câmeras privadas ao sistema público promovendo uma escala maior de monitoramento. A Policia Militar e Civíl teria acesso as imagens e a prefeitura iria lançar um centro de vigilância com 15 servidores para monitorar a cidade e acionar a polícia em caso necessário.


Educação

Para acabar de vez com a falta de vagas nas creches e escolas de ensino infantil iremos criar uma expansão da rede pública e para complementar iremos lançar o programa Escola para Todos, neste programa vamos implantar um sistema de vounchers pagando exatamente o custo de um aluno no setor público para o setor privado, este pagamento também pode ser possível na isenção de impostos municipais no setor educacional da cidade.

Vamos implantar 1 fab lab na cidade junto com um centro de inovação e empreendedorismo, vamos fazer parceiras com as faculdades da região para abrir seus laboratórios para o programa Projeto dos Sonhos onde os alunos da rede pública de educação poderiam ter acesso livre aos laboratórios das faculdades privadas sem nenhum custo ao munícipe.


Meio Ambiente

Criar o programa de arborização da cidade com objetivo em recuperar áreas da cidade e diminuir a temperatura dela. O programa consiste em ações educativas e incentivos fiscais.


Transporte Público

Prudente não precisa de carros tanto pela sua dimensão e os pontos de interesse da cidade, vamos fazer uma nova licitação focando na qualidade e não no lucro dos empresários, iremos promover a privatização e a construção de terminais de ônibus, criaríamos algumas operações urbanas para integrar vias importantes da cidade. Diminuir o tempo de espera dos ônibus e criar um cartão de integração de 1 hora.

O tamanho de Prudente contribui para a colocação de uma malha cicloviária junto com um sistema público de bikes elétricas, seriam colocados em 4 anos 80 km de ciclovias na cidade, junto iriamos abrir uma licitação para a implantação de um sistema de bicicletas públicas onde o usuário pagaria um pouco menos que o preço de uma passagem para utilizar a bike por 2 horas, por conta do relevo, a empresa teria por obrigação por bicicletas com características que atendam a necessidade do usuário e se encaixam com o relevo da cidade.

Vamos lançar o programa Vai de Bike onde o estudante que tem passe livre ou meia passagem se optar ir de bicicleta irá receber em dinheiro o valor deixado de gastar com ônibus isso iria diminuir a quantidade de pessoas nos ônibus durante alguns períodos e não teria gastos a mais para o poder público.

Operações urbanas seriam realizadas para integrar todas as principais vias da cidade, melhorar a onda verde e algumas intervenções viárias.


Economia

A prefeitura irá criar o Plano Municipal de Reaquecimento Econômico, a criação de zonas de interesse empresarial, uma pagina institucional com programas para investidores e áreas de fomentação tecnológica.

O programa irá trabalhar nos pontos fortes como a mão de obra especializada, localização da cidade para a logística, uma zona rural grande e o setor de serviços.

Investir em turismo, a cidade tem uma alta capacidade turística mal aproveitada principalmente por suas faculdades e seus estudantes.


Cultura

A cidade teria uma reforma cultural, em minha gestão iremos estudar formas de melhorar esta pasta sem gastar dinheiro público, principalmente para acabar com o formato atual que não esta dando aos cidadãos, o acesso a cultura infelizmente não funciona e a cidade é pobre culturalmente mas isso não se deve pela população, mas por conta de um poder público que não melhora o contexto da cidade para apropria-la, acabar com uma cidade morta e parada. Vamos reativa-la economicamente para ai sim poder trazer o que tem de melhor na área cultural.


Isso são algumas das propostas que tenho para a cidade apesar de eu não estar morando mais nela, acredito que posso contribuir com ideias e um melhor contato com o poder público da cidade. Comentem suas ideias :)

Like what you read? Give Felipe Fajardo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.