Por que você não deveria ter um partido, político ou ideologia de estimação

“yellow arrow road sign” by Pablo García Saldaña on Unsplash

Na verdade, você não é obrigado a nada. Se quiser continuar defendendo uma ideologia política, político ou partido, continue fazendo isso. Se você é de direita e odeia todas as ideias de pessoas de esquerda, você tem todo o direito. Assim como as pessoas de esquerda, que não podem ouvir falar de uma proposta da direita. Você é livre e faz o que bem entender.

Mas vou colocar o meu ponto de vista sobre o assunto aqui e você escolhe se aceita ou não.

Bolha

Quando entramos em uma bolha, sobre qualquer assunto, acabamos cegando os nossos olhos e deixando de enxergar todas as possibilidades. Direita e esquerda são apenas rótulos utilizados para separar — tanto a população quanto os políticos. Ao invés de discutirmos qual são as melhores propostas para o nosso país, perdemos tempo atacando quem defende ideias contrárias às nossas. Se você ataca pessoas com ideias diferentes das suas no facebook, instagram, whatsapp ou em rodas de conversa, precisa saber de uma coisinha — muito importante.

“person holding ball” by Michal Lomza on Unsplash

Ninguém está interessado na sua opinião. Todos estão apenas defendendo as suas crenças e o que acham que é certo. Discutir com alguém sobre política, religião, time de futebol ou qualquer outro assunto que gere uma bolha, só fará o seu ego ser ferido. Ferir o ego é a mesma coisa que fortalecê-lo. Enquanto estiverem em uma bolha, nenhum dos envolvidos em uma discussão irá mudar de ideia ou — ao menos — escutar pontos de vista diferentes. Enquanto você estiver falando, todos estarão pensando em respostas para fortalecerem ainda mais o seu sentido de certeza.


Bolsonaro ou PT?

Se você fez uma escolha pensando apenas na dualidade esquerda e direita — Bolsonaro ou PT — sinto lhe informar que você agiu como a maioria dos políticos e partidos poderosos gostaria que você agisse. Criam a dualidade "direita esquerda", primeiro candidato das pesquisas e segundo candidato das pesquisas para manipular você a escolher o candidato que possui mais chances.


Aí, você esqueceu de ler as propostas de governo, perdeu tempo atacando o PT ou o Bolsonaro e a eleição acabou. Você seguiu os extremos: direita e esquerda. Esqueceu que o caminho do meio muitas vezes é o melhor. Direita e esquerda nem sequer existem, são apenas rótulos para visões político ideológicas.

O problema político do Brasil é muito mais profundo do que pensamos. Esse mesmo padrão de comportamento é seguido pelos políticos e não irá mudar se não mudarmos o nosso posicionamento.