Quando eu tiver dinheiro, serei feliz

“dollar sign illustration” by Jimi Filipovski on Unsplash

E será mesmo, se o foco da sua vida até conquistá-lo não foi esse.

Desde o início da sua vida, você é ensinado que ganhar dinheiro é bom. E realmente é. Mas insistem que você deve escolher uma profissão X, pois assim poderá ganhar um salário bom. Claro, estude bastante sobre isso, leia sobre aquilo e vá se aprimorando. Um dia você vai ser um grande cara — seu trouxa.

Você consegue um novo emprego, mas não é na área que você deve ingressar para conseguir uma boa remuneração. Lá o salário é baixo e, portanto, você não precisa aprender nada. Esquece de prestar atenção nos detalhes, o que realmente importa.


Você pode aprender muito em qualquer profissão e começar ganhando bem no primeiro emprego é difícil. Você sabe que não vai ficar a vida inteira ali, mas nem por isso deve deixar de aprender. Até hoje aplico alguns ensinamentos do meu primeiro líder, chefe de oficina da Ritmo Veículos, concessionária FIAT da minha cidade.

Na época, Jurandir trabalhava na oficina há 30 anos e possuía um fiat 147 — o primeiro a chegar na cidade — praticamente 0km. Sabia tudo sobre mecânica e ensinava a todos da mesma maneira. Mas cobrava disciplina e foco dos mecânicos, principalmente quando estava calor e a oficina parecia um forno, batendo quase 40 graus. Se dispersar era fácil.

O seu jeito de liderar a oficina me ensinou muita coisa. Aprendi coisas que uso na minha vida pessoal também. Um dos ensinamentos que aplico até hoje é o seguinte:

Se você encontrar algum papel no chão da oficina, mesmo que não seja seu, deve colocá-lo na lixeira. A partir do momento que você viu o papel, ele é de responsabilidade sua e, se não colocá-lo no lixo, o errado será você.

Leia novamente, interpretando de forma subjetiva. Assim você aprende com as pessoas mais experientes e que já passaram pelo mesmo caminho.

Depois desse devaneio, voltamos para a história do Joãozinho que está fazendo tudo pelo dinheiro.


Mas como não é na sua área, você esquece de prestar atenção e aprender. Precisa estudar para ser alguém — que te contaram que seria melhor ser — na vida. Então, você escolhe uma faculdade.

Passam-se anos e você está quase terminando os estudos. Foram semestres e semestres sofrendo por ter que estudar um assunto que você odiaria ter que aplicar na vida real. Até que chega a hora de aplicá-lo. Aquela tarefa chata que você tinha que resolver, faz agora parte da sua vida.

Você vai ganhando dinheiro, sendo promovido, recebendo mais atribuições. Seu ego vai recebendo várias identidades até que — finalmente — pausa dramática — você consegue dinheiro suficiente para não precisar mais trabalhar.

“man sitting on sofa against wall” by Nik Shuliahin on Unsplash

Pronto, você resolveu o problema que moveu a sua vida até aqui. Esqueceu de prestar atenção nos detalhes e evoluir como ser humano. Tem dinheiro, mas não sabe o que fazer com ele. E agora, o medo de perdê-lo torna-se o problema que move a sua vida até o fim.

Onde foi parar a felicidade, mesmo?