As áreas impactadas pela descentralização 3.0

A descentralização impacta diversas áreas da nossa vida cotidiana.

O transporte, hospedagem, comportamento, finanças, saúde, entretenimento, estilo de vida, dentre outros. Abaixo temos exemplos de descentralizadores, com uso de plataforma digital algorítmica, por micro fornecedores e micro consumidores, através dos rastros digitais.

Transporte: Taxis vs. Uber

O Uber descentraliza, utilizando as pontas o micro-consumidor e o micro-fornecedor por meio de algoritmos que fazem a curadoria entre esta relação. O consumidor fiscaliza os serviços do motorista e avalia, sem a presença de dinheiro. Seus clientes são tanto os prestadores de serviços quanto o consumidor final.

Hospedagem: Hotelaria vs. AirBnB

AirBnB permite que pessoas comuns aluguem seus quartos e espaços ociosos, por meio de cadastro e avalição da utilização dos serviços, permitindo que desconhecidos possam negociar com mais segurança e otimiza os ganhos com renda extra.

Referência sobre os temas acima: http://varejo1.com.br/entenda-o-que-e-mercado-disruptivo-e-compartilhado/

Vejam que o texto do autor do artigo orbita em duas palavras-chave a disrupção e o compartilhamento.

A disrupção criam novos modelos de negócios, mas antes disto eles passam por uma revisão filosófica / teorica / metodológica para poder introduzir uma nova cultura, que é a própria tecnocultura do novo sapiens 3.0

O compartilhamento irá ajudar estes novos modelos a se espalharem rapidamente por todas as partes do mundo. Talvez até tornar canais alternativos em broadcasts oficiais. Mídias sociais e aplicativos como Facebook, Instagram e Whatsapp que alias pertencem ao mesmo dono, tornaram se as principais mídias para comunicação de milhões de pessoas ao redor do mundo. A transmissão de informações em massa promovida pelo rádio e a TV no passado em migrando para a internet por meio de outros canais de difusão de informações, como o Youtube, Spotfy, Netflix, etc.

Mídia: Canais de TV vs. Youtube

Youtube deixa por conta dos usuários os conteúdos enquanto por meio de algoritmos, descentraliza a produção audiovisual para os clientes que tem uma conta associada ao Google.

Filmes: Locadoras vs. Netflix

Netflix descentraliza a distribuição de séries, filmes, documentários a preço acessível, por meios de dispositivos móveis e modo streming sem precisar baixa os vídeos e utilizar memória dos computadores pessoais.

Dinheiro: Papel Moeda vs. Bitcoins

Bitcoins é uma moeda virtual bem aceita e seu inventor foi indicado ao Premio Nobel de Economia de 2016.