Gênero e Adolescência no cinema de Céline Sciamma

Fernanda Maria
Sep 20, 2018 · 3 min read

Céline Sciamma é uma diretora e roteirista francesa cujo trabalho reflete em assuntos como adolescência, gênero e descoberta da sexualidade.

Tudo tratado se uma maneira muito delicada, sem moralismo e tendo como foco o protagonismo dessas personagens. Com apenas três longa metragens ela conseguiu ganhar certa notoriedade e prêmios. Seus filmes são: Tomboy (2011) Lírios D’Agua ( Naissance des Pieuvres de 2007) e Garotas (Bande de Filles de 2014).

divulgação
divulgação

Em “Tomboy”,acompanhamos Laure ( Zoé Héran), uma garota de dez anos que se muda com a família pra uma nova cidade. Ao sair pra brincar um dia ela se apresenta como Mickäel, e a partir daí se apresenta como um garoto. Vemos então a personagem lidando com sua identidade. Tudo pela óptica da protagonista, dando um ar pessoal pra obra. Um filme sutil, que com uma abordagem simples questiona as nossas noções de identidade de gênero e sua construção.


divulgação
divulgação

Marie (Pauline Acquart) em “Lírios d’agua” , é uma menina de 15 anos que se apaixona por uma garota do time de natação da escola. Ao mesmo tempo que a melhor amiga dela Anne (Louise Blachère), uma garota que sofre bullying por ter um corpo “fora dos padrões”, se envolve em um relacionamento abusivo. Novamente a narrativa escolhe não ir por um lugar comum de melodrama ou lição de moral. Os pais não aparecem no filme, artifício que se repete nas outras obras da diretora. O que talvez seja uma forma de focar nessas personagens e sua percepção de mundo, sem focar em sua relação com os adultos.


divulgação
divulgação

Já “Garotas” vai retratar questões que não envolvem apenas feminismo. Mas também racismo e pobreza. Marieme (Karidja Touré) tem 16 anos, é negra e vive em uma comunidade pobre onde é constantemente silenciada. Até que ela encontra um grupo de garotas e se envolve em situações onde vai explorar os limites das suas vontades. “Garotas” fala de amizades, relações familiares, sexo e o que é ser uma garota quando você se vê a margem da sociedade. Em entrevista a revista Variety a diretora diz que seu objetivo era retrata a vida de adolescentes negras, tendo em vista a pouca representatividade (delas)no cinema francês.

O filme ainda inclui uma cena maravilhosa das meninas dançando “Diamonds” da Riahnna:

Céline Sciamma, é mais um exemplo de diretora que está através do cinema discutindo assuntos pertinentes do nosso tempo. Mostrando que protagonismo, em qualquer idade, é sim importante.

Fernanda Maria

Written by

https://www.instagram.com/notasexpressas/

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade