quase um #diárioparaGui — São Paulo, 24 de fevereiro de 2017, 06:53

Bom dia, lindão! Na verdade, espero que esteja capotado ainda, porque tem o fuso e ainda nem passou das 6 aí na terra das águas, não é? E junta que é sexta de carnaval e a moleza deve bater já tem feriadão por aí. Acho que isso nem é uma preocupação na sua doce vida de baby… Deixa para lá! E eis que mamãe (ou seria fisioterapeuta em ação) envia vídeo do senhorzinho “surfando” no tapete da sala atrás de uma bola. Dúvida! Primeiro: mamãe tá achando que tá no trampo e te coloca numa sessão de fisioterapia mega-power-blaster para trabalhar os músculos? Segundo: que look mamãe-quero-ser-forte é este, ressaltando suas dobrinhas e gostosuras? Obs.: babado forte — outro dia, dei um zoom em uma foto sua sentado e simplesmente tinha botão aberto entre suas pernocas fofas e sua fralda estava saltando (Pode isso, Arnaldo? — Se esta expressão não fizer sentido, te explico no final*). Resumindo a ópera: precisamos marcar aquele papo reto com sua mamis aí. Ela tá pegando pesado com esta história de “quase tá engatinhando”? E anda folgadinha com suas roupinhas? Marcamos uma reunião pelo Skype ou via Messenger do Facebook enquanto ela trabalha? Que acha? Assim aproveitamos para discutir estas duas pautas urgentes que podem impactar diretamente na sua reputação como bebê lindão da família. Ainda sobre o vídeo, joguei no grupo da família (aí peço até desculpa porque você nem está lá ainda para se defender) que pelo seu desempenho de surfista no seco atrás de uma bola poderia render o título do mais novo gandula da tchurma, já que o primo Lipe, capitão dos sobrinhos, manja desse lance de futebol (o time só que cresce com MC e JA). Mas fui corrigida por ele: o alerta é que você seria o bateria da banda. Concorda? Como mamãe tem te colocado para “quase engatinhar”, acredito que seus bracinhos podem realmente combinar com a pose de batera — superfortes. Acredita? Ou é somente especulação da tia maluca que fica babando nas suas peripécias infantis? Enfim, espero que não entenda mal. Não estou especulando sobre a sua habilidade com o mundo da bola ou da música… É apenas mais um devaneio nesta sexta de carnaval e mais um motivo para te escrever. E como é carnaval, ficaremos off line até quarta por causa de viagem para um sítio com os amigos. A internet lá por lados de Sacramento, por incrível que pareça (e isso provavelmente nem deva acontecer ou ser uma preocupação na sua época de gente grande, no futuro — eu acho), quase nas bandas de MG, não funciona. Juízo na folia e aproveita muito o colinho da mamãe e do papai nestes dias de folga. Beijos da tia Fer (e te aguardo quando dar uma escapulida e se conectar para nossa conferência, ok?). *Expressão usada por um narrrador de futebol famoso ao tirar dúvidas com um comentarista, cujo nome é Arnaldo, ex-árbitro e manja das regras.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated fernandaiarossi’s story.