Eu não acredito que eu me tornei aquelas pessoas que eu sempre critiquei: as que fazem textão depois de fazerem aniversário. Bom, pra compensar, pelo menos esse texto que vou fazer não vai ser sobre mim, mas sim sobre pessoas que me ajudaram a passar por esse 2017 e que me fizeram conseguir chegar até meus 22 aninhos. Eu dividi as pessoas pelos signos (SIM), mais especificamente pelos elementos: fogo, terra, ar e água, nessa ordem. Cada pessoa tem seu parágrafo e se vocês não quiserem ler tudo é só dar Ctrl+F e digitar o nome de vocês que vai direto para o parágrafo com o nominho de vocês.

Esse texto é sobre a Malu. Ou Ana Luisa, como ela ama ser chamada (brinks amiga rs). A Malu é daquelas pessoas que sabem o timing de fazer um comentário pra fazer todo mundo rir, então quando ela estiver na rodinha fique atento pra não perder a piada. Ela sabe escutar, entende de séries, novelas e do mundo pop, então é muito fácil conversar com a Malu, sempre tem assunto. Uma das coisas que eu adoro nela é que ela odeia quem eu odeio, eu amo amigos que compram brigas por mim sem eu ter que precisar provar por a+b minha palavra quando digo que alguém não presta. As vezes tudo o que precisamos é de alguém confiável, que nos apoie e eu tenho esse alguém na Malu. Obrigada por ser minha amiga, obrigada pela tua conta no medium, eu amo ler o que escreves e quero que escrevas mais e mais, tu tens muito talento garota!

Nesse texto também não poderia faltar ela, o furacão da minha vida, Katryna. Ela que insiste em me dar carinhos, que já foi turista da Facom e hoje até apresenta artigos em eventos. A Katryna brilha e se destaca por onde passa, tem uma risada contagiante e um abraço que me faz sentir quentinha por dentro, quase como se eu tivesse uma alma. A Katryna é o tipo de pessoa que emana energia e luz, do tipo que quero ter perto sempre.

Outro ser de luz, o menino que sempre me assusta, Danyllo. Já te disse que és o melhor sagitariano né? Eu só tenho a te agradecer, sério. Obrigada por dividir os dias comigo, obrigada por ouvir meus problemas, obrigada por sempre me fazer rir. Tua coragem é absurda e teu tcc vi ser um hino, pois vindo de ti não tem como ser menos que isso, eu acredito em ti.

Outra pessoa que tem que estar nesse textão é o Matheus. Ele que é de touro mas poderia muito bem ser de capricórnio, o Matheus confiou em mim e me chamou pra trabalhar junto dele e eu só tenho a agradecer. Esse foi um dos anos em que eu mais trabalhei e que mais me orgulhei do meu trabalho e devo muito disso pra ti. Quero mais rolês de carimbó, quero mais gritinhos de Fernandaaaaa e muitos e muitos jobs pra gente. Tu tens talento maninho, nada vai te parar.

Esse texto também é dedicado pra ele, mais geminiano impossivel, Rodrigo. Eu conheci o Rodrigo em 2014, mas parece que já faz uma vida inteira. A gente viveu os dias de glória comendo pizza huts juntos e os dias de luta passando fome e comendo saquinho de ketchup que a gente achava nas mesas de bares na Lapa. O Rodrigo sempre faz qualquer um rir e eu acho essa uma qualidade incrível, já que para fazer os outros rirem você tem que, além de ser inteligente para sacar os momentos certos de se fazer uma piada ou um comentário, ser muito generoso, por que as vezes a gente tá naqueles dias que só quer que o mundo exploda e tudo que precisávamos era de um Rodrigo pra alegrar o ambiente, e eu, sem saber se mereço ou não, tenho o meu Rodrigo. É lindo ver o esforço e os resultados da tua evolução, e é lindo ver como a gente cresceu juntos nesses anos.

Outra pessoa pra qual esse texto é dedicado, é a Juliana. Ela é aquariana mas é um amor de pessoa, juro pra vocês. Eu tenho dificuldade de confiar nas pessoas a ponto de dividir com elas minhas inseguranças e a Juliana é quase o oposto disso e acho que foi isso que me cativou nela. Ela já chega contigo falando da vida e dos problemas dela, o que me faz ter confiança pra fazer o mesmo. E eu fiz. E acabei descobrindo nela uma amizade incrível. A gente tem tanto em comum, passamos por certas coisas que só quem realmente passa pode compreender e saber que eu não estou sozinha e que não estou ficando louca é um alivio. A Ju cozinha muito bem, é uma das pessoas mais inteligentes que conheço, generosa e responsável, eu não sei como tenho uma pessoa dessas na minha vida. Eu só desejo que tu alcances os teus desejos. Que nada te segure, te impeça de buscar teus sonhos. Desejo também que a gente possa se encontrar por ai nesse mundão, beber uma cerveja e dizer como o destino é louco e do quanto tudo valeu a pena.

Esse texto também vai para o Andreson. Migo, obrigada por salvar minha vida quando teu cachorro avançou em mim e eu nem vi. Obrigada pelas empadas, cookies, bolos e brownies. Pra quem não sabe, o And além de ter dotes culinários também é um ótimo redator, sério, contratem ele. Obrigada por me ajudar no primeiro semestre, quando tudo dava errado na minha vida . Tu mereces um futuro incrível e eu quero poder estar por perto pra te ver conquistando tudo, plantando tua própria horta e vivendo das coisas que a natureza dá.

Outra canceriana que me cerca é a Thais. Ela faz as melhores massagens, mas se alguém me perguntar eu vou dizer que são péssimas só pra não ter que dividir minha massagista oficial com ninguém. A Thais é outra que sempre topa meus rolês leves, que tá sempre de boas com a vida apesar dos boys loucos que aparecem pra ela e que é responsável por salvar vários dos meus dias ruins desse meu 2017 somente com a presença dela. Obrigada miga, de coração.

Pra continuar na sequência de cancerianos (gente muitos cancerianos socorro o que tô fazendo) vou falar dela que entrou na minha vida tem só uns dois meses mas que já é um presente: Caroles. A Carol me inspirou a quebrar várias inseguranças simplesmente por ela ser ela mesma. Nesse pouco tempo a gente já dividiu tantos problemas, inseguranças e parece que já somos amigas há seculos e isso é muito raro pra alguém desconfiada como eu. Foi o brinde que 2017 deu no seu final, alguém que apareceu para me ajudar a segurar essa barra que tá sendo esse fim de ano. Já te amo, não tem jeito.

Esse texto também é sobre a Raisa. A Raisa surgiu pra mim na semana do calouro de 2015 quando eu estava, digamos, passando por uma situação difícil e ela, sem nem me conhecer, me ajudou e cuidou de mim. A Raisa fala demais, exagera nas historias que conta, faz umas piadas dignas de sagitariano (mas ela é escorpiana tá) e já passou comigo por várias situações que só a gente sabe. Não sei o que seria da gente se não fossem os karaokês improvisados, os dias no Jorge e a nossa mania de comer besteiras mesmo sem ter dinheiro e fazer piadas sem graça dos nosso problemas. Ela é um presente que eu não esperava ganhar nessa graduação e que já está no meu coraçãozinho (sim eu tenho um coração). Eu confesso que não sei o que vou fazer seis meses longe de ti, mas não quero falar disso porque eu choro.

Esse texto também é sobre o Neil York. Escorpiano que vive jogando meu mapa astral na minha cara. Eu não tenho certeza como eu me aproximei do Neil mas quando eu vi já era tarde, não tinha mais como devolver pros correios. O Neil é aquele tipo de pessoa que te pega pelo braço e diz “ei querida você está agindo feito louca” caso você precise parar de agir feito louca. O Neil também é o tipo de pessoa que topa vários rolês leves, principalmente os não planejados (os melhores). O Neil é uma das pessoas mais talentosas que eu já conheci, que me inspira e me ajuda nas horas do desespero. Ele foi vencedor do meu reality show de melhor presente de aniversário, além de ser super talentoso e a pessoa mais generosa que eu já conheci. Que Rihanna nos abençoe, amém.

Pra fechar a tríade dos escorpianos que me cercam, tem a Livia. A Livia é muito escorpiana misteriosa. Tão misteriosa que demorei muito tempo pra sacar qual era o papo dessa garota. Ela tem um talento que faz a Facom inteira ficar nas mãos dela. Ela me ensinou a fazer gifs, mas eu sempre esqueço e acabo pedindo pra ela fazer de novo pra mim. A Livia pensa rápido e pra alguém como eu é dificil de acompanhar, mas quando eu consigo é bem legal. Ela é corajosa e, apesar de eu odiar essa palavra, nada pode descrever melhor do que dizer que ela é resiliente. Talvez seja o ódio por um macho escroto que nos mantem unidas, ou o fato da gente sempre se distrair com tudo e fazer de tudo uma piada, eu ainda não sei e não me importo de saber o porque somos amigas, basta saber que somos e sou grata por isso. Se vocês não quiserem ser amigos da Livia tudo bem, mas sejam amigos da mãe dela, porque ela cozinha muito bem e a gente nunca sabe quando pode rolar aquela larica de graça não é mesmo?

E por ultimo, mas não menos importante, o unico pisciano que eu aceito na minha vida, Hojo irmão do Mojo. Uma pessoa que sempre alegra o dia, que chora quando bebe e bebe quando chora (GOSTO ASSIM)e tá sempre disposto a rolês leves. O Hojo tem um futuro brilhante pela frente, já é um jornalista mega talentoso e agora ainda por cima premiado. Ele sempre me surpreende a cada dia e cada surpresa tem sido melhor que a outra. Obrigada por alegrar meus dias, por compartilhar historias comigo ouvir as minhas dores de quando eu tô bebada e carente.

Imaginar que alguém que hoje significa tudo pra gente pode, daqui a um tempo pode nem fazer mais parte do nosso convívio, dói demais e parece impensável, mas eu acredito piamente que as pessoas entram e saem das nossa vidas para nos ajudar de alguma maneira a superar algo, mesmo que esse tempo possa parecer insuficiente pra gente. E por falar em tempo, por muito tempo eu me senti mal por não ter o que queria ou as pessoas que eu queria, mas percebi agora que tive todas que precisava. Não sei se daqui a um ano estarei próxima de todos vocês, mas sei que nesse momento, nesse ano, vocês passaram pela minha vida com um propósito e eu só tenho a agradecer por isso. E que venham mais vinte e dois anos né.