Procura-se um amor

Mandem seus CVs após o ❤️

Procura-se um amor que escreva cartas. Melosas, escrotas, engraçadas, sarcásticas ou cínicas, mas cartas. Que leia sobre a privatização maquiada do governo PSDB e ria da cueca senil do novo peguete da Taylor Swift.

Procura-se um amor alto, bem alto. Acima de 1,80m, pois gosto de me sentir miúda perto de um homem. Além disso, quando abraçada, adoro ter a cara enterrada do peito dele. Vontade de morder. 😈😋

Procura-se um amor que pare no meio da rua, bata com as mãos nas coxas e me chame para correr e pular no colo dele, ao lado do bar em frente à minha casa, para que saibam que esta aqui vai continuar ignorando suas cantadas.

Procura-se um amor bruto. Que fale “eu estava com ciúmes, porra!” ou “caralho, errei! Me perdoa. Sou um babaca, mas te amo!” Também adoraria ouvir “pqp, Vida, vou calar a sua boca com a minha. Fala pra caralho.”

Procura-se um amor que pare, no meio de algo que não se deve parar, para dizer o quanto queria que o tempo parasse. Logo depois, você grita “não para”, mesmo que desejasse o mesmo. 😂

Procura-se um amor orgulhoso. Daqueles que olham para você e dizem “somos o casal mais bonito do lugar”. Um amor que se orgulhe de postar fotos a dois e não tema fechar portas. Daqueles que nunca ouvirão “como você esconde uma mulher dessas???”

Procura-se um amor que, de tão sincero, se coloque em maus lençóis, assuma a merda e depois diga desculpas sinceras e que realmente se importa. Amor de sinceridade besta que diga, “se ficar sem me responder vou te deixar sem sexo”.


Quando ela disse o que procurava, eu tive que sorrir triste e dizer:

“Sinto muito, flor! Procuro exatamente isto há anos e só encontrei pedaços de um amor ao qual me daria inteira. Sinceridade e honestidade são artigos tão escassos quanto tanquinhos sarados com PHD”

Esperançosa, ela disse: “Eu acredito em pontos fora da curva e mãos dadas, flor. Lembre-se que, até aquele leão chegar, você também não acreditava em pontos fora da curva”. Eu me calei, sorri de olhar baixo e maçãs vermelhas ressaltadas ao me lembrar daqueles 1,87m de ombros largos me pegando no colo na cozinha.


Se você gostou deste texto, leia outros e deixe o seu ❤️. O escritor não é nada sem o leitor.

Like what you read? Give Fernanda La Ruina a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.