POSSÍVEL IMPROVÁVEL OU IMPOSSÍVEL PROVÁVEL?

Desperte a atenção do seu público com histórias impossíveis de serem ignoradas.

Por Fernando Portela

Você sabe qual a diferença entre o possível improvável e o impossível provável? Calma, vou repetir: POSSÍVEL IMPROVÁVEL e IMPOSSÍVEL PROVÁVEL.

Antes de começar a explicar saiba que essa diferenciação é mais antiga que Cristo. Isso mesmo! Foi criada por Aristóteles, no ano 335 a.C em um livro chamado Poética. Mas, por que isso é tão importante para se contar uma boa história? Acredite, essa é a diferença básica para deixá-la interessante ou não ao seu público.

Para explicar mais, nada melhor que o cinema para ilustrar o que estou dizendo.

POSSÍVEL IMPROVÁVEL.

Vamos pensar no filme Velozes e Furiosos, é possível o cara saltar de carro a 100 km/h, pegar a mulher no ar e sair ileso disso? Possível é, mas é muito improvável. Quando uma história é projetada para ser improvável, nosso cérebro naturalmente percebe a falta de realismo. Isso acontece porque em seu julgamento lógico, isso não se aplica, não tem utilidade prática, não faz sentido algum, desafia as leis da física. A história que você vai contar seja para vender ou convencer alguém da qualidade do que você oferece, depende da probabilidade disso realmente acontecer no momento em que você conta. Mesmo sendo possível entrar numa jaula com um Leão é improvável que eu faça isso pelo risco de acabar sendo devorado.

IMPOSSÍVEL PROVÁVEL

O filme X-Men conta a história de mutantes convivendo entre os humanos. Um mutante entre nós é algo impossível, não existem mutantes, mas se existissem PROVAVELMENTE fariam todas aquelas coisas como voar, controlar metais, soltar fogo e manipular mentes. Sua ideia pode ser impossível (naquele momento), mas se você conseguir transportar seu cliente por essa nova linha de pensamento, o cérebro abaixa a guarda e se prepara para aceitar o “impossível”. Pense num maratonista, quando ele começa 30 km são impossíveis, quando passa a acreditar que consegue, seus limites ultrapassam a barreira do que antes era impossível e passam a ser possíveis. Ficou mais claro agora?

Estes foram exemplos bem simples de como uma história pode te ajudar a atingir o impossível ou a padecer no improvável. Quando você faz uma venda funciona da mesma forma. Mas, calma lá! Não estou dizendo para você prometer o impossível. Essa proposta sugere que ao invés de prometer algo improvável como resultados imediatos ou baixo investimento e grandes lucros. Vislumbre algo grande, pense fora da caixa, o impossível de ser feito no atual cenário. Com muito trabalho, foco e dedicação é bem provável que essa realidade mude, e que o que antes era impossível, agora ficou provável, graças a forma como você conduziu.

E você? Se identificou em algum momento?

Cadastre-se no Flowww e receba em primeira mão conteúdos impossíveis de serem ignorados e bem prováveis de darem certo pra você.

GO WITH THE FLOWWW

Fernando Portela

Digital Player