Minha ansiedade é diferente da sua: deixe-me explicar
Aline Castro
653

Aline, nem sei quais palavras escrever, dá até vergonha, depois de ver como você faz isso tão bem. Sensacional seu texto, quase achei que me chamasse Aline. Tudo de bom Aline, é doido ver aquela menina que escrevia poemas na escola hoje fazendo algo tão grande assim (pois estou perplexo como senti mil coisas lendo isso). Parabéns!!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.