Teste de brinquedos eróticos no Youtube

Ou como ser extremamente disruptivo

“O lance de ter um painel de brancos cisgênero e chamá-lo de “Painel LGBT” apesar de ter apenas gays brancos, não é lá muito assertivo.”

Existe um vídeo de um ser humano testando produtos eróticos na internet e obviamente me sinto responsável por espalhá-lo para o maior número de pessoas possível.

E não só porque eu gosto de chocar outras pessoas, mas porque esse vídeo tem um força política INCRÍVEL.

Temos aqui um homem negro, gay, com uma identidade visual considerada “feminina”, testando produtos eróticos em seu ânus. Você do preconceito que essa criatura maravilhosa deve sentir? Dentre os brancos por ser negro; dentre os negros por ser gay; dentre os gays por ser “afeminado”.

Esse vídeo é muito mais que a palhaçada das caras e bocas de Miles Jai, é um grito de autenticidade e coragem para simplesmente ser quem você é. Pouco me importa se ele realmente testou as coisas ou não. O importante é que ele colocou a cara à tapa para toda a internet e deu força (e quem sabe voz?) a outros que também se sentem diferentes e querem se sentir bem consigo mesmos.

Então apesar de toda a parte engraçada desse vídeo, quero deixar aqui meu profundo agradecimento ao Miles Jai, que em cada vídeo que posta, prova que não existem limites para expor seu verdadeiro de maneira extremamente carismática e disruptiva. Você com certeza está transmitindo forças para muitas personalidades ainda enclausuradas pelos preconceitos da nossa sociedade.

Obrigado, Miles Jai.

Like what you read? Give Fernando Medeiros a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.