Quem e o que você é?

Fernanda Mazza
Nov 11, 2018 · 2 min read

Apesar de muita gente se achar perfeita em determinados momentos ou a pior pessoa do mundo, saiba que você não é nenhum dos extremos. Nem eu sou. Todas as pessoas tem qualidades e defeitos. Escolhemos trabalhá-las ou não. Ouvir os outros ou não. Nos importar ou não.

Ponto de equilíbrio

O problema é que raramente temos um equilíbrio entre o que é importante para nós e para os outros. Chegar nesse meio termo é difícil, assim como ver que não tem como dar certo determinadas relações. Temos que ter força e maturidade pra enxergar que às vezes o melhor pode ser não ficar perto.

Obviamente tendo responsabilidade afetiva e se comunicando claramente com essa pessoa ao invés de fazer um ‘ghosting’ (sumir sem explicação alguma).

Mas quem é você?

Físico

Você é seu corpo. E todas as suas capacidades. Você é uma pessoa com ou sem libido, com ou sem prazeres? Satisfeitos?

Você é uma pessoa que se ama? Ama o corpo e a imagem? Apenas a que passa aos outros?

Ama seus detalhes físicos? Seus olhos, seu cabelo? Olhe-se. De verdade. Repare nos seus detalhes. Naturalidade ou artificialidade? Faz algo pra agradar? A quem e porque? Precisa?

Você é toda sua capacidade física. Você é suas atividades, suas caminhadas, subidas de escadas, outras atividades e exercícios. Como são? Calmas? Ofegantes e obrigatórias? Sofridas e só cansativas? Felizes e saltitantes? Como você se sente em relação a alcançar um nível além?

Você caminha objetivamente ou vaga sem saber pra onde vai?

Social

Fácil ficar bem sozinho? E como você lida com conflitos e divergências? Você sente que PRECISA de alguém? Uma pessoa especificamente? Várias?

Socializa porque gosta ou pra agradar quem você acha que precisa?

Pra você, é agradável? Conversar, estar perto? Ou é como um temporal que não passa e você não fala de seu desconforto e nem sente que consegue sair dele? E porque não?

Mente

Você é suas ideias e seus ideais, você é suas lutas, seus traumas e suas ajudas. Você é seus momentos com os outros, brincando, rindo, no bar, na sala, na festa. E você é o que você pensa sozinho antes de dormir. Uma coisa não anula a outra.

Você é suas conversas sérias, o ombro amigo, os conselhos e abraços. Você é aconchego ou só brincadeira? Você é feita só de risada, bebedeira e maconha? Ou você é sobriedade e troca? Você é responsável afetivamente? Impõe o que quer e faz exigências ou coloca seus limites apenas?

Você sabe o que quer? Ou deixa os outros te levarem pra onde eles querem? Se importa consigo? Ou só com fazer outra pessoa feliz? E você?

Quais são seus sonhos? Ou eles são só pesadelos?

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade