A Meia Tarde

Ela vem incredulamente neutra,
Branca e de nuvem preta.
Tem alguns furos e chove as vezes,
Imprevisível como só,
Usada que dá dó,
Quase igual, todos os meses.

A que observo está calada, 
Quieta como uma maré.
Não parece prestar pra nada,
Quem dirá servir no meu pé.

Eu que, sem pé e sem cabeça me faço,
Vejo encarecidamente sua tristeza me dar o abraço.

Posso sim tolerar seu atraso.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.