Para uma estrela

E enquanto houver sol,
Seu olhar não cessará.
Ela é o próprio girassol
Que faz do bem me quer o bem estar.
Sem o mal me quer ela fala, deixa escapar:
És belo o sol tal qual meu Sonhar!
De risos e assuntos perdidos,
Faz-me esquecer dos momentos inimigos,
Enquanto recito de, com e para ela,
Sem usar de mazela,
Respondo seus cumprimentos mais distintos.

Like what you read? Give Fernanda Oliveira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.