Sobre as interpelações do outro
Jéssica Magalhães
11

Peço desculpas por demorar a responder!

Entendo o que você quis dizer. Minha intenção com o texto não era criticar os feedbacks, espontâneos ou não (que são de grande importância para sabermos como o outro nos vê, já que vivemos em conjunto) mas sim, criticar a insistência na nossa mudança mesmo que tenhamos dito não querer faze-la, voltando ao ponto de que a sua fala em algo se tratando de você soa insuficiente.

Fico realmente feliz por meu texto ter lhe feito refletir! Obrigada por ler!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.