Foi dada a largada

“Acabou o Carnaval e agora o ano começa pra valer”. É bem comum as pessoas dizerem isso e, em alguns casos, com razão no Brasil. Mas falando das corridas, a parada foi breve, mas o suficiente para já sentirmos saudades.

Aqui na FGCom, janeiro é sempre emocionante, porque temos as 24 Horas de Daytona com dois clientes que atendemos há tempos. Dois pilotos incríveis, além de pessoas que também admiramos muito.

Apesar dos problemas que enfrentou, o jovem Pipo Derani mais uma vez mostrou porque é um dos pilotos de endurance mais badalados da atualidade. Ele que venceu Daytona dois anos atrás, em sua estreia com a Tequila Patrón, não completou a prova desta vez, mas enquanto pôde pilotou além do limite do carro para andar entre os líderes.

E tivemos o Christian Fittipaldi chegando a sua terceira conquista em Daytona, ao lado dos portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque. O trabalho da Action Express foi perfeito e levou o Cadillac #5 a cruzar a linha de chegada em primeiro.

Christian Fittipaldi: mais uma vitória em Daytona (Foto: José Mário Dias)

Comecei a trabalhar com o Christian em 2005 na Stock Car, quando ainda era assessora de imprensa da Reunion Sports & Mkt. Foi uma das melhores surpresas da minha carreira nas pistas. Quem não convive com o Christian não tem ideia do cara gente boa que ele é. Da simplicidade, apesar de exigente. Do quanto é dedicado e engraçado.

De lá pra cá, seguimos trabalhando e minha admiração por ele só cresceu. Na minha opinião, o Christian nunca teve no Brasil o devido reconhecimento. Ele correu de F-1, Indy (estreou em Indianápolis com um segundo lugar), NASCAR, venceu Daytona três vezes, foi bicampeão do IMSA… Levantou a bandeira do Brasil no pódio inúmeras vezes, mas muita gente nunca valorizou isso.

Com 47 anos, o Christian já está entrando em uma nova fase da sua carreira, vai ser diretor técnico da Action Express na maior parte do tempo este ano, mas tenho certeza que a velocidade estará na vida dele para sempre. E seu nome, com certeza, na história do esporte.

E, nesta alegria de começo de ano, em pleno carnaval, outra notícia também nos deixou muito orgulhosos e honrados na FGCom. Com apenas 15 anos, o paulista Caio Collet venceu o Volante Winfield em Paul Ricard (Fra) e ganhou como prêmio a temporada completa na F-4 Francesa. Collet foi o primeiro piloto do país a conquistar o título do evento, que já revelou campeões como Alain Prost e Damon Hill.

Caio Collet: conquista inédita para o Brasil na França (Crédito: WINFIELD / M.Mathurin — T.Fenetre)

Num ano em que não teremos um representante na F-1 (algo que nunca havia acontecido desde 1970), é um alento ver jovens pilotos brasileiros trilhando seus caminhos rumo ao topo do esporte. Mais do que trabalhar ao lado deles, somos também torcedores e amantes deste esporte incrível que é o automobilismo.

Como se vê, nas pistas, o ano já começou com muita emoção e adrenalina e agora a intensidade das corridas só aumenta. Logo começa a Stock Car, com sua Corrida de Duplas recheada de estrelas, o Superbike, o Mercedes-Benz Challenge, kart e esperamos ter muitos capítulos de boas histórias para contar dos nossos clientes ao longo do ano.

Boas aceleradas para todos!

Fernanda Gonçalves

Diretora Executiva da FGCom

Assessoria em Comunicação

Quer saber mais? Conheça o nosso site: www.fgcom.com.br