O poder da influência

Se você “vende” um produto ou serviço, com certeza, já deve ter lido algo a respeito do marketing de influência. Já faz alguns anos que este tipo de abordagem, focada em pessoas que exercem influência entre os consumidores, vem sendo utilizada por empresas e, com o advento das redes sociais, ações como estas ganharam ainda mais força. E o melhor: você não precisa mais contratar o galã ou a mocinha da novela. Tem muita gente que não aparece no horário nobre, mas consegue influenciar multidões.

Num almoço, alguns dias atrás, falava sobre isso com um jovem piloto e um experiente jornalista da área de automobilismo. Um atleta ou uma equipe são também um “produto” e quanto mais eles influenciarem seus seguidores, mais atrairão patrocinadores e fãs, o que reflete em sucesso, fama, mas também responsabilidades.

Ter talento é importante, mas somar a isso tudo uma figura carismática, determinada e influenciadora vale ainda mais para as marcas. O marketing de influência não é mais uma aposta, mas uma realidade e grande tendência, seja qual for sua área de atuação.

Com a propaganda tradicional perdendo força — já que hoje as pessoas podem escolher o que assistir on demand, leem as notícias pela internet, entre outras mudanças na forma como adquirimos a informação — os influenciadores ganham mais e mais espaço.

Eles também têm gerado um engajamento maior, porque os seguidores acreditam na sua recomendação. Em muitos casos, o resultado para as marcas tem sido melhor do que com as campanhas na mídia convencional. É um “tiro” mais certeiro, do que ver o mesmo produto num outdoor ou na página de uma revista.

Além disso, voltando à questão financeira, na maioria dos casos, ainda é bem mais barato investir num digital influencer do que numa propaganda no horário nobre da TV.

Em outro exemplo recente, na final da Champions League deste ano, uma empresa de eventos, ligada a uma das marcas patrocinadoras da competição, levou para o palco da decisão blogueiros, influenciadores e não jornalistas. E tem sido assim em vários segmentos.

Por isso, é preciso estar sempre atento para todas as novidades que a comunicação nos proporciona. E realmente antenado, pois as mudanças acontecem cada vez mais rápidas, numa velocidade que é preciso um Fórmula 1 para alcançar.

Fernanda Gonçalves

Diretora Executiva da FGCom

Assessoria em Comunicação

Quer saber mais? Conheça o nosso site: www.fgcom.com.br