Divago

Sobre uma ideia

Pensar sobre como a realidade é pessoal me traz uma pequenez que eu não consigo suportar, talvez querer ter dedo em todos os processos e pensamentos me frustre, às vezes, quando me deparo com a singularidade e unicidade de cada ser.

Talvez minha mania de perfeição, controle e administração seja um pouco exagerada, mas o mundo seria muito melhor se funcionasse exatamente como pede meu pensamento. Seria?

Eu gosto de pensar em como seria se as pessoas agissem da maneira que eu escolhesse. Agora eu consegui visualizar que o mundo seria chato e completamente previsível, onde estaria a graça? Talvez na organização e metrificação de cada passo possível, mas em quanto tempo esse sistema também apresentaria falhas? Em quanto tempo o padrão seria percebido? E, depois disso, em quanto tempo ele seria novamente tedioso?

Venho sendo magnetizado para outros lados, para caminho de maiores descobertas, infundadas ou não. Tudo isso em busca do controle dos processos humanos, da percepção dos pedacinhos de vida e do entendimento desse meu eu ditador.

Me desejem sorte!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pedro Fidelis’s story.