Intervenção urbana: a cidade e suas tramas
Joceam Souza
203

Acho complicado falar da Coréia do Sul (sempre a Coréia do Sul) porque assim se corre o risco de afastar o Brasil dessas soluções, já que um dos discursos mais comuns é o “desenvolvimento primeiro, qualidade de vida depois”. E a Coréia é infelizmente muito usada para legimitar essas opiniões, como exemplo. De qualquer maneira, Seul também é exemplo para transporte público, e, se quisermos ficar mais “próximos”, temos a Cidade do México e Santiago do Chile, que põem SP e RJ no chinelo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.