This story is unavailable.

A ascendência e decadência do Pop/Rock no Brasil.

Durante muitos anos da minha vida me dediquei à música no Brasil.
No começo, parecia que ia ser complicado, e foi, mas me diverti bastante por muitos anos tocando em bares, casas noturnas e até mesmo lançando um CD autoral da minha banda em 2004.

Quando comecei não existiam tantas bandas de Pop/Rock na minha região, era época em que Skank, Jota Quest, Raimundos, Titãs e muitas outras bandas brasileiras estavam no auge. Nos juntamos a algumas bandas de Pop/Rock cover que já tocavam por aqui, mas sempre tivemos espaço, fazendo uma média de 20 shows por mês.

Com o passar dos anos, fomos perdendo espaço, os shows foram diminuindo e até mesmo as bandas "famosas" foram perdendo seu espaço no rádio e na TV. No começo, foi uma invasão gringa, principalmente de músicas eletrônicas, as bandas foram perdendo espaço para DJ's e os lugares que costumávamos tocar já não tinham mais espaço para nós. Dei um tempo, tinha desanimado.

Passei a observar de longe o que estava acontecendo, tentando entender o que aconteceria com a música no Brasil.

Isso coincidiu com a inclusão digital, a internet veio com força total e todos tinha acesso ao que estava tocando não só no Brasil como também no mundo todo. As super produções de artistas americanos e britânicos deixavam as bandas brasileiras anos luz para trás. Algumas tentavam se atualizar, mas tinham que correr MUITO para alcançar o nível das bandas gringas.

A grande maioria das bandas brasileiras, ao invés de se reinventar, tentaram utilizar a mesma fórmula de anos atrás, fazendo versões de suas próprias músicas em formato acústico ou um rock and roll mais explosivo.

Mas já era tarde, a nova geração do público brasileiro já estava se adaptando às mega produções, mixagens e videoclipes que vinham de fora.

Chegamos a uma fase dividida em 2 cenas: O Pop e o Rock gringo e a música exclusivamente brasileira (Sertanejo, Axé, Forró, etc…).
A música brasileira veio com tudo, tomando o espaço do Pop/Rock nacional.

Não culpo os outros gêneros brasileiros, culpo os rockeiros nacionais que não souberam se atualizar para chegar em um nível de excelência que o publico brasileiro se acostumou com a chegada da internet e a facilidade em consumir música estrangeira.

Tenho ouvido muita coisa boa no Brasil, bandas brasileiras de muita qualidade, mas querendo imitar os artistas americanos, cantando em inglês onde há espaço para letras em português.

Será que conseguimos reverter isso e redescobrir o Pop/Rock no Brasil?
Não quero que o que eu disse seja escrito em pedra, quero saber a opinião de vocês. Concorda? Discorda?

Deixe seu comentário e vamos lutar para ressucitar o Pop/Rock nacional.