Se eu pudesse ser convertida em uma categoria de palavras eu seria como os palavrões, socialmente eu não seria bem aceita, mas eu seria aquilo que você grita, eu seria a primeira coisa que você pensa quando passa por um momento difícil, eu seria o seu lapso da mais plena sinceridade, o exagero que falta na sua rotina, eu seria a contra-mão daquilo que esperam de você, mas eu seria principalmente, aquela que faz você, ser você mesmo.

| Francisca |

Like what you read? Give Francisca a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.