Embora o Sol aqui não bata

A noite iniciou com um ar fresco vindo da penumbra noturna. A melancolia e obscuridade retoma a fugaz e audaciosa pretensão da nostalgia, que insiste em me fazer repensar tudo que tenho vivido. Em meio as justas circunstâncias, vagamente, desprendendo-me deste ócio, anseio o que de fato, é subtendido… Pois a utopia agrada, a fantasia alimenta… Por pouco tempo. A noite é minha amiga. Conhece os meus segredos. E a minha dor. Não menos do que a audácia dos devaneios, encontro em meio ao que era, e ao que fui. Pois sei que as palavras são o que restam.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.