Domingos

E já é domingo, outra semana desperdiçada. Não sei o que aconteceu, mas já era domingo. A semana inteira fiz planos, tentei sair do lugar sem ao mesmo sair da sombra de minha cama. Domingos propõe um dia sem esperanças, cheio de falsas esperanças e ressacas que uso para seguir adiante sem pensar muito. O álcool cumpre com tal promessa. Evito me olhar no espelho aos domingo, assim não tenho de encarar a falta de esperança em meus olhos.