“Estupro com carinho” nos anos 80
André Monsev
253

Eu também fiquei incomodado com a música, mas também com a taxação que fizeram ao Flávio a partir dessa letra. Estou pela internet há mais de uma década, tive alguns blogs e vez ou outra volto a esse passado e fico com vergonha de algumas coisas escritas. É meio como que pensar “eu não sabia que eu pensava assim”. Acho que a vida é uma construção, a gente vai amadurecendo, vai se modificando, vai se construindo. Por exemplo, a campanha no twitter #primeiroassedio foi, pra mim, esclarecedora. Tenho certeza que muitos caras não tinham a menor ideia do tanto de coisa que pode ser assédio, isso porque estamos imersos numa sociedade machista. Nunca tinha “ouvido” a quantidade de relatos que “ouvi”. O confronto é fundamental para o amadurecimento de todos. Voltando ao universo da música, dia desses fui ouvir Raimundos e foi inevitável me perguntar: será que eles fariam sucesso hoje? E como seriam recebidos pelo público feminino?

Like what you read? Give fjunior a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.