O marketing da Terceira Camisa
Os tempos estão difíceis, mas no Brasil, continuamos trilhando o caminho do consumismo e, as
táticas de marketing do século passado, portanto, segue o Flamengo no rumo de lançar a
terceira camisa.
Até agora não sei aonde vamos parar com essa história de uniforme, já que conseguiram
avacalhar com o manto sagrado, esculachar as meias e desfigurar a segunda camisa. O fato é
que o Flamengo joga e, não parece mais o Flamengo. A segunda camisa então é uma desgraça
de tão medíocre. Acho que o marketing esportivo se tornou “profissional”, quando a ISL
entrou no Flamengo e trouxe a Nike, então a marca esportiva preferida dos jovens para vestir
o Flamengo. Dava orgulho vestir uma camisa do Flamengo. Foi criado um manual
especialmente para preservar a identidade Flamenga.
Os “novos Flamengo”, esse pessoal que vive das glórias do Flamengo de 1980 mas, que acha
que o tudo começou em 2013 quando eles entraram para a política do Clube, resolveram “se
inspirar” nos modelos Adidas daquela época, mas presos ao tudo por dinheiro, fazem com que
os uniformes e as marcas dos diversos patrocinadores estejam fora de padrão e, cada vez
mais, desfigurando o Flamengo.
Essa terceira camisa foi apresentada ao Conselho no ano passado e, seria um grande programa
de marketing da Adidas onde, segundo o que foi apresentado no Conselho, a camisa surgiria
da votação nos diversos desenhos dos torcedores, no site criado na web. Essa reunião foi
bastante tumultuada e, até hoje, tem Conselheiro que não sabe o que votou e ne qual foi o
resultado.
De concreto, pode se dizer que, amarelo e azul, são cores que estão no DNA do Clube, vieram
do original, azul e dourado, do remo que desbotava com a água salgada, vindo a ser
substituído pelo vermelho e preto, mais duráveis. O Flamengo, como conhecemos, é Vermelho
e Preto!! De todos os atuais uniformes, talvez esse terceiro, ainda que nas cores amarelo e
azul, seja o mais bonito de todos, mas não nos “fala à alma”. Existem inúmeras variações e
combinações a fazer com as cores vermelho e preto que, poderiam vir a dar origem a um
terceiro uniforme. Mas, ainda não descobriram que na luta do “vale tudo por dinheiro”, o
Flamengo em vez de ser protagonista, se rende aos modelos pré-criados da Adidas e, assim,
seguimos torcendo pela volta das nossas raízes.
Saudações Rubro Negras / Francisco Gularte

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.