Fala comigo leitor inexistente. Estamos em 2017.

Uma coisa bem engraçada que aconteceu comigo foi comprar um celular novo. Nele tem UM MONTE de notas antigas, que eu não sei como cargas d’água foram aparecer de novo. Eram de outro celular muito velho e agora ressurgiram nesse. Acabei de rolar lá para baixo e ver que esse texto que escrevi em 2014 aqui desse blog, tá nessas notas. Enfim, nesse post vou colar tudo o que eu achei nessas notas.

PS: Eu deveria estar trabalhando.

PS2: Eu me distraio muito fácil.

PS3: Eu tenho certeza que não vou conseguir continuar a escrever.

PS4: Cala boca, Flávia. Vai sim.

Tá, vamos para as notas. Tem um monte de frases perdidas, um monte de nome de música, um monte de nome de filmes. Tem o texto que eu escrevi para conseguir terminar com meu ex, umas paradas da faculdade do meu TCC sobre a Cisco, várias fita, ein.

Uma coisa que me intrigou foi eu ter marcado a página 201 do livro da Christiane F. Preciso voltar ler, inclusive. Parei totalmente. Que feio, só penso em cachaça.

Isso aqui tava anotado, assuntos para eu escrever:

  • Pitty e as lembranças de infância que isso me trás.
  • O meu professor de redação publicitária é o melhor do mundo, as aulas dele são fodas, saio delas muito inspirada e pensando nos pontos que preciso melhorar na minha vida q de brinde vão acrescentar tb na minha vida profissional.

Mano, agora vem o texto que eu escrevi para conseguir terminar com o meu ex. Foi muito difícil, porque quando comecei a namorar ele eu tinha acabado de sair de um estado mental bizarro e transferi todas minhas psicoses e dependências pra ele. Eu tava acomodada, acostumada e com medo de ficar sozinha, por isso ficava com ele. Inclusive, eu nem gostava de fazer sexo, só precisava da presença dele mesmo. Foi difícil me livrar, mas quando consegui descobri o mulherão da porra que eu sou.

Isso foi escrito em 10 de abril de 2015. Lembro que a Carol, uma amiga que não fala mais comigo, me ajudou a pensar nessas coisas. Sempre escrevendo para me ajudar a resolver situações, não adianta. Eu nem li essa porra, só colei aqui. Nunca mais vão fazer o que ele fez comigo. Aprendi muito com esse relacionamento.

Marlon, você está acabando comigo. Macetando minha auto estima, me jogando com toda força pra baixo, me deixando totalmente depressiva e pisando em cima do meu amor próprio.

Você só me crítica, eu não mereço isso. Não é normal isso que você faz comigo. Você me crítica muito, parece que só vê meus defeitos e ainda faz questão de despreza — los em voz alta. achava que era só o seu jeito sincero, mas agora tô achando que é maldade, sempre tem uma crítica ou uma comparação pra fazer.

Eu acho que não consigo aguentar. Tô fazendo a minha parte em tentar melhorar, treinando sempre e nunca é o suficiente. As críticas são constantes, cada vez que você solta uma eu sinto um coice na barriga. Eu não tô aguentando mais essa pressão, você tá acabando com o meu psicológico. Eu conversei com uma amiga, e ela disse que não conseguiria suportar isso psicologicamente, eu já aguentei demais.

Minhas amigas me elogiam direto. Elas me acham muito bonita e sempre que as encontro elas tem coisas legais e bonitas para me dizer, eu tenho cada vez menos isso de você. Você pode estar achando tudo isso uma puta frescura, mas não é. Eu tô tão obsessiva nesse seu comportamento — que se repete muito — e precisei compartilhar com alguma mulher. Nenhuma mulher merece ficar ouvindo palavras grosseiras e cortantes dos seus namorado, isso acabaria com qualquer uma, a gente é assim mesmo. Nos preocupamos demais com isso, a sua pressão não consegue ser maior do que a que eu tenho sobre mim mesma, e isso também está me sufocando.

Eu tô numa obsessão tão grande com as coisas que você me fala, que tô deprimida. Tô infeliz e miserável nesse momento, eu tô saturada e chateada e não consigo mais lidar com isso. Desnecessário, eu não preciso disso, me machuca muito e me impede de ser feliz. Eu não consigo desviar meu pensamento disso, nem na hora em que fazemos sexo. Acredita? Não paro de pensar nas suas críticas mesmo quando estamos fazendo sexo, e isso acaba com o meu apetite sexual. Eu sei que eu poderia dar muito mais gostoso pra você, se eu sentisse que você gosta de mim como eu sou, mas eu não consigo. Esses pensamentos me consomem e eu tô preocupada comigo, eu tô me sentindo cada vez mais deprimida comigo mesma e mais saturada.

Cara, você acredita que eu não escrevi isso hoje? Teve um dia em que você foi rude comigo e pediu desculpa. Eu te desculpei como sempre. Mas foi só dá boca pra fora, porque você faz tanto isso comigo que virou uma bola de neve. É uma junção de coisas que me magoam muito e você sempre faz isso: me coloca pra baixo com palavras fortes — as quais qualquer mulher ficaria fodida psicologicamente ao ouvir.

Sei lá, se te mandei isso é porque foi a gota d’agua, porque esse texto foi escrito há muitos meses atrás. Isso não é história recente. Eu não aguento mais, tá cada vez mais difícil lidar com isso e com a mágoa e a pressão que eu sinto.

Se você quer perfeição sugiro que a gente termine, porque eu não sei se consigo alcançar os seus ideias.

Por favor me poupe das suas respostas elaboradas. Se eu tô errada nisso que tô te falando, significa que eu sou louca e que mereço ser internada.

Se eu realmente te mandei isso, é porque eu tô me sentindo tão mal quanto nesse dia em que escrevi o texto. É tão ruim se sentir assim que eu não consegui aguentar de novo em te falar como eu sinto. Você meio que me oprime quando quero te falar alguma coisa.

Mais uma coisa, cada pessoa tem seus defeitos, e eu quero que você saiba que eu te amo mesmo assim. Você é o meu amor e me completa, sempre conseguiu me fazer feliz. Só quero que você pare com isso, porque eu tô cada vez mais magoada e não quero isso pra mim, tô deprimida e infeliz. Esse negativismo não me pertence, e ele está me afetando demais. Já não sou mais a mesma pessoa, e quero muito voltar a ser.

Você pode achar que é exagero meu, mas é só como eu me sinto. Sempre fomos sinceros um com o outro, mas nunca consegui te falar isso.

Eu n quero terminar com você, eu te amo muito pra isso. Quero você comigo sempre. Mas eu preciso que você saiba como eu tô me sentindo. Vc pode mudar isso.

- em um relacionamento entre duas pessoas, apenas uma admitir seus os erros e correr atrás da outra mesmo estando com razão é uma coisa insustentável.

Vc pode ter certeza q em todo esse tempo juntos n fui só eu que errei. E mal consigo me lembrar das vezes q vc me pediu desculpa.

- nos combinamos coisas, e quando eu faço algo que vc não gosta vc surta, e quando vc faz algo que eu não gosto você dá um jeito de não admitir que errou. Me enrola, distorce tudo e não consegue entender que pedir desculpa não é tão difícil assim. Várias vezes se vc tivesse apenas pedido desculpa, ao invés de tentar justificar o seu erro com meus defeitos, a briga não teria acontecido.

- o problema não é você errar, é você nunca admitir os seus erros. 
Por exemplo, a gente combinou que eu não ia mais fuçar seu face, e que nenhum de nós adicionariamos ninguém que já ficamos. Eu acabei vendo a mina lá e fiquei chat obv

E se fosse eu? E se fosse eu que tivesse adicionado um ex meu? Eu tenho certeza que vc não ficaria quieto.

Eu fiquei muito chateada com isso, ao invés de vc me pedir desculpas e deletar a mina, você aumentou toda a situação. Seria simples resolver isso, com uma simples desculpa. Você fica arrumando jeitos de se defender e colocar a culpa no meu ciúme quando o assunto não é isso. Você precisa parar de distorcer as coisas e entender o meu lado, se colocar no meu lugar, e deixar o seu orgulho de lado um pouco.

Eu realmente estava pensando em terminar com você, por causa disso. Você precisa mudar. Você precisa enxergar os seus erros e parar de apontar os meus. Você faz muito isso, e não olha pro seu próprio umbigo.

Se coloque no meu lugar mais vezes, para ver como você se sentiria se fosse eu.

A gente precisa mudar essas coisas, porque se não nosso relacionamento não vai dar certo. Eu erro, mas você também. E eu fiquei em dúvida se deveria continuar com você ou não, porque isso já está demais. É sempre assim, e eu não aguento mais. Eu sempre sou a culpada, você tá sempre falando de mim, e não escuta quando o assunto precisa ser você. Ninguém é perfeito, mas a gente pode sempre melhorar algumas coisas.

Isso são coisas que eu guardo comigo há anos, a gente tem que mudar juntos se não, não dá mais.

Você sempre ameaça terminar, isso é chato, me mágoa e atrapalha o meu dia. Tipo ontem que eu perdi um dia de trabalho por causa das coisas que você falou. Sendo que se vc tivesse pedido desculpa, nada disso teria acontecido.

E não adianta você jogar e falar de novo sobre o meu ciúme, porque não é isso que está em jogo. E sim coisas que precisamos mudar no nosso relacionamento.

Não fique falando que vc quer terminar se vc realmente não quer isso, isso cansa e pode acontecer uma hora. Você joga e me manipula com isso, parece que quer me ver mal. Eu não posso largar tudo o que estou fazendo pra ir te ver também, isso não pode continuar.

Deixar o orgulho de lado as vezes é mostrar que você me ama.

Nos dois temos que crescer juntos, reconhecendo nossos erros e tomando atitudes diferentes, só assim vamos evoluir.

Eu sempre peço desculpa, você quase nunca. Você não pode mais me xingar, eu não admito mais isso no nosso relacionamento. Isso não pode mais acontecer.

Toma mais cuidado com as palavras que você usa. Quando a gente briga você pega pesado. desgasta o relacionamento, e é uma falta de respeito comigo. Eu não mereço isso. Você não tem respeito por mim.

Eu sou sensível e você sabe. Tem jeito dr se falar as coisas, você me machuca e eu não consigo deixar pra lá tão fácil. Eu sou um ser humano.

O jeito que vc ficou me mandado eu me tratar foi super desrespeitoso, eu não admito que você continue falando desse jeito comigo. As coisas não funcionam assim.

Em todas as nossas brigas você pega pesado e me desrespeita, como se eu fosse uma ficantezinha sua. Eu não admito mais isso.

Eu não me imponho e não falo as coisas que precisam ser faladas. Eu guardei tudo isso pra mim pq chega na hora e vc me embaralha e eu não consigo falar as coisas. Mas isso também tem que mudar, pq a nossa relação não tá legal e não vai ficar se eu não falar o que eu tenho que falar.

Não fale com indiferença comigo quando vc não está indiferente. Isso não se faz. Você me trata como qualquer umazinha, isso precisa mudar.

nos precisamos nos comportar como adultos, até mesmo na hora das brigas, e falar o que tá errado e não surtar.

Eu permiti que você me trate desse jeito na verdade. Mas foi por burrice. E eu não vou mais aceitar desrespeito seu por medo de vc terminar comigo. Vc usa isso pra me afetar parece. Agora eu não tenho medo nenhum se a gente terminar, se essas atitudes suas desrespeitosas continuarem eu vou terminar com você. Eu deixei você fazer isso comigo porque eu não me imponho, e isso tá errado. Você monta em mim com seu desrespeito e argumentos e eu tô cansada disso.

Como você sempreeeee reclama pra caralho sobre meus erros, tá na hora de eu reclamar sobre os seus. Aliás, passou da hora, porque eu nunca falo.

Isso é o acúmulo das coisas, eu guardei tanto pra mim por medo de falar. Besteira né, não sei porque eu tenho tanto medo de te perder a ponto de me deixar em segundo plano na minha vida. 8 eu não tenho mais isso. Eu me coloquei em primeiro plano agora, e é aqui que eu vou ficar.

E mais uma coisa, eu não mereço ficar com uma pessoa que não me valoriza e só me coloca pra baixo. Você ficou meses me perturbando com coisas fúteis, aquilo da academia, de um jeito muito escroto. Não se faz isso com ninguém, você não tem o direito de ficar me colocando pra baixo desse jeito.

Você usa o meu medo de te perder em seu benefício, fazendo chantagens emocionais comigo dizendo que vai terminar e tal, fazendo eu me desesperar e ir correndo atrás de você. Isso não é certo e tem que acabar. Você não pode brincar comigo desse jeito como se eu fosse uma boneca, eu sou sensível e essas coisas magoam e cansam. Eu tô cansada disso, preciso que essas coisas parem.

Você não pode falar comigo de qualquer jeito. Eu errei muito em não arrumar isso desde o começo desse namoro. Muito do seu comportamento foi erro meu, em ser tão passiva e louca por vc que aceitava tudo. Agora não é mais assim, eu não vou mais tolerar esses seus comportamentos, você tem que tomar cuidado com seus rompantes nervosos e cuidar com o que você fala pra mim. Eu sou sua namorada e você tem que me respeitar.

Outra coisa que eu reparei, nunca te falei e fui idiota de deixar quieto. você sempre me trata muito mal na frente dos amigos da carol, me desmerecendo, me zoando de um jeito palha, pejorativo e mostrando pros outros que sou menos. Não sei porque guardei isso pra mim. Devia ter falado nos momentos em que você teve esse comportamento e eu não gostei, pra que isso não se repetisse. Mas não, eu guardei pra mim e agora você acha que pode tudo comigo. Tô saturada disso.

Eu sempre cedo. Sempre sou eu, eu sempre vou atrás de você até quando você erra. E quando vc tá errado vc nem cogita em ceder, isso não pode continuar assim. A nossa convivência vai ficar mais fácil se esse relacionamento funcionar 50 por 50, cada um faz a sua parte.

Não tem prova maior do meu amor, do que ter ficado com você apesar dessas coisas. De não ter falado nada com medo de perder você.

E voltando ao respeito, você precisa me respeitar. Olha aquela conversa nossa de ontem, o jeito que vc falou comigo. Eu não quero mais isso.

Nem li isso, mas é bom salvar para lembrar das fases da vida.

Um conselho, cuidado, o amor pode te cegar, te manipular e fazer você acreditar que você é um lixo.

A melhor parte dessa história é a nota do dia 19 de julho:

  • Estou amando a minha companhia, eu me amo e estou muito bem, em uma piscina no Rio de Janeiro.

HAHAHAHAHA! Sério, eu achei isso muito genial. Acho que eu fiquei 2 anos a mais nesse namoro, moscando. O que fez durar foi os role louco mesmo e meus problemas em depositar nos outros minhas fraquezas, e esse ser se aproveitar disso.

Agora vem uma coisa engraçada, quando fui “demitida” de um estágio que eu odiava e era oprimida (UFAAAAAAA FOI MARAVILHOSO SEUS CUZÃO QUE SÓ PENSA EM PRÊMIO WORKAHOLIC) eu fiz um rap HAHAHA.

Rap do desemprego

Eu to de cara pq eu to desempregada entao eu vou dar uma fritada e nao quero saber de nada

Vo fica louca e nao vai ser meia boca, eu ja fiz a minha trouxa já vazei e já sou outra

E ai Regalo veja se vc se liga eu n vo fica perdida e nem desiludida

você diz que a sua loja é muito doce, mas o que ela me trouxe foi um coice e uma foice

minha fritadeira não vai poupar a besteira de gritar pra todo que a candy shop é uma zoeira

meu papo é reto e também não é discreto minha rima é um concreto quase como um golpe reto

eu vou saindo de fininho com jeitinho e só no sapatinho pra trilhar o meu caminho

Só quero ver quem é que vai vir tirar sarro quando sair na lista a Flávia Oms de young lion.

Deve ter sido em 2014 isso aí também.

Tem mais umas coisas perdidas nessas notas, muitas coisas atuais e muitas coisas passadas. Sempre anoto tudo nas notas pra não perder, porque como sempre falei, os pensamentos aglomerados me deixam louca pensando mil fita ao mesmo tempo e eu me perco.

Aqui é uma parada de faculdade, de 2014. Uma parte do brainstorming pra criar a apresentação da Slow Cow.

Mais foco no que importa.
Mais foco para o que importa. 
Foque mais na felicidade. 
Foco no que te faz feliz.
Mais foco pro invisível da vida.
Mais foco nos melhores momentos.

Da um slow e sente o momento.
Sentindo os momentos em slow.
Os melhores momentos são em slow.
Viva cada momento em velocidade slow.
Viva os momentos em slow.
Viva os melhores momentos em slow.
Esses momentos tem que ser vividos em slow.
Sinta os momentos em slow.
Os momentos devem ser sentidos em slow. 
Momentos slow.

Seu momento enlatado.
Seu momento em lata.
Uma pausa para você. 
Uma pausa para o que importa.

Tome seu momento.

A partir desses pensamentos e de vários outros, eu e meu grupo fizemos isso:

Agora chega, vou trabalhar.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.