Não terminado.

Eu queria que fosse fácil 
Jogar tudo para o alto
Ir embora para longe daqui
Ser outra pessoa, conhecer novas pessoas

Eu queria que fosse fácil 
Me desapegar daquilo que me mantém confortável 
Enfrentar os meus medos
Buscar ser feliz de verdade

Viver a vida que vivo em meus devaneios
Mas pareço não sair do lugar
E a culpa é toda minha
Por não ter a coragem 
De enfrentar e me impor

Cansa, machuca e me sufoca
Ver as mesmas coisas 
Fazer as mesmas coisas 
Me negligenciar para satisfazer outras pessoas.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.