Bernardo

Bernardo estava sozinho e ai conheceu a Gabriela, que também estava sozinha.

Acabaram juntos.

Depois, a Gabriela convenceu o Bernardo a ir embora lá pra Portugal.

O Bernardo aceitou.

E enquanto eles se programavam, faziam planos, compravam passagens, vendiam coisas e faziam a mala, o Fluminense ou perdia ou empatava.

No dia da festa de despedida o Fluminense ganhou e a partir de então a história começou a mudar.

Quando eles chegaram por lá a vida melhorou.

Pra eles e pro Fluminense.

Até título o time conquistou.

A história parecia já encaminhada para um final feliz.

Eis que surge a burocracia.

Bernardo teve que voltar.

Que reviravolta!

Foi só o avião pousar e a rotina de derrotas retornar.

Uma atrás da outra.

Derrota, derrota, derrota…

Vão dizer que é só coincidência, exagero.

Adivinha quem estava no Maraca no dia da eliminação da Copa Do Brasil?

Ele, mesmo, o Bernardo.

Todo aquele plano do Joaquim vir e trazer sorte pro tricolor indo por água abaixo.

Que pé frio esse o do Bernardo.

Congelado!!!

Mas, calma lá. Nem tudo está perdido.

A burocracia foi vencida e o visto tá garantido.

Bernardo vai voltar a ficar longe do Fluminense e seguir com seu plano em busca da felicidade lá na terra do Cristiano Ronaldo.

Talvez as derrotas parem de atrapalhar a vida do time do Abel.

Quem sabe mais um título esteja por vir.

Veja só!

Depois de um longo tempo de dificuldades eis que surge uma vitória.

Logo ontem, bem depois que ele comprou a passagem da volta.

Enfim, vitória!

De volta pro rumo do final feliz.

Boa viagem, Bernardo.