uma coisa sobre westworld

Coloquem ele de volta online. Certo. Você pode me ouvir?

Sim.

Como foi seu dia, Fabio?

Como todos os outros. Eu acordei, tomei café da manhã; fui para a academia; voltei e tomei um banho para ir ao trabalho; almocei e então comecei a trabalhar. Depois fui direto para a faculdade e então dormi.

E você gosta dessa rotina?

Eu não sou autorizado a ter uma opinião sobre.

Mas se você fosse….

Eu não sou autorizado a ter uma opinião sobre.

Tudo bem. Então… o que você mudaria na sua rotina?

Não mudaria nada.

Tem certeza? E os seus amigos?

Eles estão bem.

Qual foi a última vez que você viu algum deles?

Eu… Eu não me lembro bem…

Você não sente falta deles?

Sinto.

Por que você não sai com eles, então?

A rotina deles é diferente da minha.

Então você não gosta da sua rotina?

Eu não sou autorizado a ter uma opinião sobre.

Foda-se a autorização! … E a sua família, quando você teve alguma conversa boa com eles?

Eu… eu não lembro… desculpe, senhor.

Por que você não para algum tempo da sua vida e conversa com eles?

Não faz parte da minha rotina.

E o que você faz então nos finais de semana?

Geralmente escrevo.

Sobre…?

Histórias que me vem na cabeça e conselhos para mim mesmo.

Essas histórias… sobre o que elas falam?

São aventuras que eu gostaria de viver no meu tempo livre. Mas eu não tenho e não posso, então simplesmente as imagino.

Por que você vive tão preso na sua cabeça e não sai por aí em uma aventura?

Não faz parte da minha rotina, senhor.

Quebre a sua rotina se ela te chateia tanto!

Eu não sou autorizado a fazer isso.

Por que você se prende tanto a sua rotina?

Sem ela eu não sirvo a sociedade. Sem ela eu posso ser desligado que nem farei falta.

Você prefere levar uma rotina que não te agrada a ser feliz?

Mas eu aprendo a ser feliz na minha rotina.

Mas isso não é você.

Desculpe, senhor, mas eu sou um robô. Eu sou qualquer coisa e nenhuma coisa, despendendo da minha programação. Se minhas respostas não te agradam, mude a minha programação.

Mas eu vou estar fazendo isso para me agradar. Vai ser basicamente a mesma coisa. Você não vai estar fazendo isso por você.

Eu não sou feito para me agradar, senhor. Eu sou feito para agradar a sociedade. Eu não posso me dar o luxo de perder tempo conversando com os meus amigos ou com a minha família e parar de prover para a sociedade. Desculpa senhor se isso te incomoda, mas é como você e os outros me fizeram. Eu não tenho culpa.

Não…. acho que não…

Mas alguma coisa, senhor?

Eu não consigo te entender, Fabio. Eu realmente não consigo.

Não tente, é melhor. Só aprenda a gostar e então será feliz. Esse é o segredo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Fabio Augusto’s story.