Olá Devs, precisamos falar sobre estresse e ansiedade
Bernard De Luna
1.2K42

Pô Bernard, muito obrigado por compartilhar esse tipo de conteúdo. Tenho 2 sentimentos sobre o texto, o de saber que não somos os únicos a passar por essas dificuldades e se não passamos, podemos utilizar as infos pra ficar esperto nos sinais.

Eu fiz o exercício dos 3 minutos e percebi que vinha sofrendo bastante nos últimos tempos.

Algumas coisas me ajudaram nisso, mas, o fato de nos reconhecermos humanos foi uma das mais relevantes. Isso no sentido de gratidão mesmo, percebermos que temos limites.

Temos que ser gratos pelo que realizamos, ao fim do dia, ao invés de pensarmos que “não conseguimos fazer tal coisa”, devemos pensar, que “apesar de não conseguir fazermos tal coisa, conseguimos fazer X, X e X”. Essa mudança de paradigma foi muito importante pra mim, temos uma tendência em sermos extremamente compreensíveis com os outros, e carrascos com nós mesmos.

Junto com isso alio o fato de produzir ou interagir na área, que você citou na parte do tédio, isso cria um momentum muito forte, com relação a motivação. Sem falar que agrega como uma via de 2 mãos, compartilhando e recebendo.

Por último, concordo que termos “Deuses” pode ser perigoso, principalmente se não lembrarmos que tudo que vemos são em sua maioria resultados, isso pode criar uma frustração enorme. Temos que lembrar o que realmente levou eles até lá, foram as caminhadas que eles fizeram e isso que realmente é relevante. Nunca o destino, mas o caminho. Perceber isso também em acalmou com essa “ansiedade” em nunca ser bom.

Por isso agradeci pelo artigo, expor isso tudo como algo da área, de que todos sofrem, ajuda muito a aproximar todos como comunidade e criar uma relação saudável entre ídolos e fãs.

Essa crônica, conversa um pouco sobre essa linha de pensamento. Eu gosto muito. http://emais.estadao.com.br/blogs/ruth-manus/trabalhei-muito-dormi-pouco-comi-mal-e-me-sinto-diariamente-culpado/

Valeu cara. :)

Like what you read? Give Felipe Medeiros a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.