Onde posso te encontrar ?

Se não for em meios as nuvens daquelas palavras vivas que andam no meu coração, tão vivas que eu posso andar entre elas. 
Olhos fitos estão sobre mim, tão puros como fontes de água, passeiam sobre a terra, dentro de cada um enxerga-se um tom e uma verdade, alguns possuem a pedra angular, outros possuem pedras falsas. Alguns olham nos olhos, outros são cegos. 
Porém, um vento sopra, a nuvem de palavras na qual eu dançava se tornou em muitas, e eu vi que outros tantos dançavam sobre elas. As águas se transformaram em oceano, e os olhos, como de uma criança, sorriem. 
Uma música alta ressoa, como de uma orquestra. No final tudo isso é o maior encontro que eu poderia ter. 
Onde posso te encontrar?

Aqui, agora.