MUSIK-Expedition 4th edição Expedição Musical 2019 - Retrospectiva

Passo a passo:

entre 19 e 31 de agosto em São João del-Rei, aconteceu a 4a edição do MUSIK-Expedition: Expedição Musical 2019 em São João del-Rei.

Concerto Coral e Orquestra MUSIK-Expedition 2019

Para ver e ouvir os demais concertos e recitais, acesse nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCjYXvE6oNb_guhtUEYj2E7w

A abertura do festival, no dia 19 de agosto, segunda-feira, aconteceu no Centro Cultural da UFSJ (Solar da Baronesa), onde a 4a edição da Expedição Musical 2019 deu o seu PRIMEIRO PASSO:

PRIMEIRO PASSO: A professora Dra. Maria Leônia Chaves ministrou a palestra de abertura contando um pouco da relação de Spix & Martius com os povos indígenas da Amazônia em sua fascinante Expedição de 10.000km pelo solo brasileiro entre 1817 e 1820. A venezuelana Maria Betânia Hernandez (UNILA) e o Trio In-Comum, formado pelos músicos locais Gabriel Resende Monteiro (violão), Milena Lopes (pandeiro) e Laura Ann Singh (EUA) prestaram uma homenagem à música latino-americana e à música popular brasileira.

SEGUNDO PASSO: No dia 20 de agosto, terça-feira, o percussionista e graduando em Educação Musical (UFSJ) Thales Pereira ministrou a Oficina ‘Pandeirada’ no Centro Cultural da UFSJ, levando os participantes a desenvolverem uma nova relação com o pandeiro. Enquanto isso, no Departamento de Música da UFSJ/CTAN, o regente Modesto Flávio Fonseca fazia o primeiro ensaio com a Orquestra de Cordas da MUSIK-Expedition, preparação para o grande concerto do dia 30 de agosto, na igreja do Carmo. A noite, o músico e pesquisador Yuri Vieira (UFSJ) ministrou uma palestra sobre sua premiada pesquisa sobre ‘A musicalidade negra na linguagem dos sinos’. Em seguida, o fotógrafo e violonista Hélio de Thadeu Mendes apresentou o workshow ‘ImaginaSons’ mesclando a fotografia e a música descritiva.

TERCEIRO PASSO: No dia 21 de agosto, quarta-feira, o luthier Daniel Mendes ministrou uma palestra sobre manutenção, conservação e regulagem de instrumentos no DMUSI/CTAN. Enquanto isso, o Batata Trio e seus amigos preparava seu repertório na sala de ensaios do Conservatório. A noite, o workshow ‘Laboratório de Criação, Composição e Improvisação’ contou com a presença de dezenas de músicos locais e convidados internacionais que tiveram a oportunidade de fazer música com Ian Guest, educador musical e compositor de extrema relevância para a história da música brasileira, que coordenou a atividade.

QUARTO PASSO: No dia 22 de junho, a Oficina de Flauta Transversal com Rodrigo Frade e a Oficina de Pandeiro com Thales Pereira continuaram. Além disso, o Conservatório promoveu um recital e uma roda de conversa sobre a vida e a obra de Pe. José Maria Xavier, que completaria 200 anos no dia 23.

As oficinas e workshows contaram com a presença do fotógrafo Ian Franklin, que participou da oficina de pandeiro e ainda tirou algumas belíssimas fotografias, veja só:

Fotos: Ian Franklin

QUINTO PASSO: No dia 23 de agosto, sexta-feira, o Batata Trio e seus Amigos se apresentam no Kong Food Bar às 20 horas. Em seguida, Klênio Daniel convida Isis Ferreira para uma homenagem a música de Minas Gerais. Enquanto isso, no Conservatório a orquestra da Instituição prestou sua homenagem ao patrono da Instituição, o compositor e padre José Maria Xavier.

SEXTO PASSO: No dia 24 de agosto, sábado, o Passeio da Expedição Musical em Tiradentes foi guiado pelo historiador Felipe Araújo Xavier e acompanhado pela palestrante Junia Bretas.

SÉTIMO DIA: Em 25 de agosto, domingo, a Expedição Musical realizou uma Expedição pela Serra de São José entre São João del Rei e Tiradentes. Após a caminhada, a anfitriã Glicéria recebeu os tripulantes para uma tarde de feijoada e roda de samba. Para encerrar o final de semana, o domingo da Expedição Musical terminou com a deliciosa Pizza Raro nas Águas Santas.

| SEGUNDA SEMANA |

Cerca de 24 horas de música em 6 dias de shows, recitais e concertos: a MUSIK ocupou os mais diversos espaços culturais da cidade, como o Centro Cultural da UFSJ, o Conservatório, o Teatro Municipal, a Igreja do Carmo e a Rua da Zona.

Fotos: Pedro Lago

OITAVO PASSO: No dia 26 de agosto, segunda-feira, teve início a oficina Harmonia do Choro com Álvaro Maia no Solar da Baronesa, início da formação do grupo de Choro ‘Amigos do Seu Oswaldo’, que buscar conhecer mais de perto a obra do compositor são-joanense Oswaldo de Paula

NONO PASSO: No dia 27 de agosto, a violinista venezuelana Maria Betânia Hernandez (UNILA) se apresenta junto com Pedro Pecher (piano). O violão brasileiro foi representado por Aires Starling (Assovio/UFSJ). O grupo de câmara do Departamento de Música da UFSJ se apresentou sob a regência de Modesto Flávio.

DÉCIMO PASSO: No dia 28, no Teatro do Conservatório, o Quarteto Vocal MusVoice (UNILA) se apresentou contando com a participação de músicos são-joanenses e alemães, em seguida o flautista Rodrigo Frade e seus amigos abrilhantaram a noite com um repertório eclético que contemplava desde os amantes de Pink Floyd até a música classica. Para encerrar a noite, o Batata Trio e seus amigos (UniKoblenz) contou com a participação especial do médico alemão residente em São João del-Rei, Julian Stemmler.

DÉCIMO PRIMEIRO PASSO: No dia 29 de agosto, no Teatro Municipal, o Grupo de Choro da Expedição, formado por músicos locais com a participação dos convidados internacionais, prestou homenagem aos 101 anos de nascimento do compositor de choros e valsas, Sr. Oswaldo de Paula, precursor do ensino de música popular no Conservatório.

DÉCIMO SEGUNDO PASSO: No dia 30 de agosto, a Orquestra e Coral da Expedição Musical, sob a regência de Modesto Flávio Fonseca, apresentou-se na Igreja do Carmo prestando homenagem aos 200 anos de nascimento do compositor e padre José Maria Xavier. Um feito marcante para a Expedição deste ano, já que foi a primeira vez que os responsórios do padre foram tocados na íntegra.

DÉCIMO TERCEIRO E ÚLTIMO PASSO: No dia 31 de agosto, a Rua Marechal Bittencourt, a famosa Rua da Zona, foi palco de uma grande mostra da nova música brasileira, com a apresentação do trabalho autoral de diversos artistas e bandas locais como Marcio Luiz 7 cordas, Marlon Wesley, Pedro Pecher, Guilherme Faria, Luiz Nascimento, Remédio Sem Causa, Captain Lopes. Por fim, a banda da Expedição, formada por músicos são-joanenses e convidados internacionais, encerrou a eclética noite de concertos de encerramento da Expedição Musical.

O último dia de Expedição Musical 2019 promoveu mais de 5 horas de shows ao ar livre, na Rua Marechal Bittencourt, mais conhecida como Rua da Zona, centro histórico de São João del-Rei.

Legados da MUSIK-Expedition 2019:

Estimativas (aproximadamente…):

  • 24 horas de shows, recitais e concertos
  • 36 horas de ensaios
  • 48 horas de oficinas
  • 13 dias de imersão cultural, oficinas, palestras, passeios e visitas guiadas
  • 8 artistas convidados internacionais
  • 72 artistas e agentes culturais locais envolvidos
  • 15 empresas locais e 12 orgãos/instituições apoiaram de algum modo
  • 5 instituições musicais e educacionais parceiras (Orquestra Lira Sanjoanense, Conservatório, UNILA, UniKoblenz e UFSJ)

AGRADECIMENTOS:

O Instituto Spix & Martius agradece aos parceiros da Expedição Musical 2019

O festival é realizado de modo independente e colaborativo por meio da iniciativa da sociedade civil são-joanense organizada por meio do Instituto Spix & Martius, com o apoio de relevantes instituições musicais e educacionais e o apoio de empresas e cidadãos locais que juntos fazem as Expedições acontecerem desde 2016.

Em breve:

Você confere os melhores momentos do festival no nosso canal no YouTube:

Acompanhe o nosso canal no Youtube — Clique aqui!

Mais informações no site do Instituto Spix & Martius:

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store