“Nossa Mente: Casulo ou Clausura?” sobre PNL, a gravidade e outras leis da natureza

Mente: Casulo ou clausura?

“Desejo que você
 Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la.
 Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
 Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.
 Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
 Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência.
 Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina,
 Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas.
 Seja um debatedor de idéias. Lute pelo que você ama.”
(Augusto Cury)
Parafraseando Francisco de Assis: Onde houver ódio, que eu leve o Amor. Onde houver ofensa que eu leve o perdão… Onde houver dúvida, que eu leve a FÉ!

Um SONHO… Algumas metas…

Assim começa o mini-curso de Junia Bretas no anfiteatro do Campus Ocupado Santo Antônio (CSA/UFSJ) no dia 14 de dezembro às 7 horas e 7 minutos da noite desta quarta-feira.

A utilidade/intenção da palestra/mini-curso era apresentar uma visão da PROSPERIDADE sob o olhar e os conceitos da PNL — Programação Neuro-Linguística.

A expectativa da palestrante, era mostrar-nos que somos um grande imã, que atrai (ou repele) aquilo que pensamos, sentimos, desejamos ou não queremos para nós. Se a nossa mente cria a nossa realidade, e a nossa realidade é uma construção neuro-linguística (ou seja, a nossa consciência pode através da linguagem programar nossa mente e traduzir pra nossa mente consciente (1%) o que “cremos” ser ou chamamos Realidade) nós podemos criar nossa “realidade”.

Um imã atrai. Mas também pode repelir:

Isto que você quer… Aquilo que não quer.

Prosperidade: Um sonho? Um sentimento? Uma carreira? Dinheiro?

Dinheiro: Um poder? Um papel? Uma moeda? Uma energia?

Energia: Um combustível? Um meio? Um fim? Um propósito? Motivação?

Motivação: Educação Emocional? Planejamento? Mente? Diálogo? Interno…

Neurolinguística Cérebro? Mente? Corpo? Matéria? Consciência? Superior…

Esperança. Desespero. Prosperidade.

Esperança: do latim, SPES, que tem o significado de confiança em algo positivo: “expandir, aumentar, ter êxito, levar qualquer projeto adiante, seja ele de ordem física ou psíquica. Spe dará em latim spes e daí a nossa esperança. Da mesma etimologia, temos pro-spere que significa prosperar, evoluir conforme o esperado, tornar-se próspero.” para saber mais sobre a esperança abra esta outra aba:

Desespero ou Desesperança: Não ser capaz de expandir a mente para um futuro próspero, promissor. (ler mais: crenças limitantes, otimismo, pessimismo, ansiedade, stress, desânimo, vergonha, insegurança, medo, timidez, mentira, auto-crítica, auto-amor, auto-estima…)

“Problema financeiro não se resolve com dinheiro.” — Junia Bretas

E sim, com IMAGINAÇÃO, CRIATIVIDADE, INSPIRAÇÃO E TRANSPIRAÇÃO!

Dízimo pessoal: Separar 10% do que você ganha para investir em si mesmo, em bens não-perecíveis e não-roubáveis, como viagens, férias, intercâmbios, conhecimento, auto-conhecimento, hobbies (fazer o que ama), vivências, oficinas, cursos (e palestras da Júnia). Risos…

Amizade com o dinheiro: Pensar no dinheiro como uma energia que deve circular. Ou seja, como o sangue. Se não circula, gera adoecimento. Ser próspero é gerir bem, multiplicar, fazer o dinheiro circular, cuidar bem deste recurso. Não conseguir ajudar todos os pobres do mundo e por isso decidir ficar pobre também é uma “negatividade específica herdada”, uma crença limitante, que advém de crenças como “o dinheiro é sujo, ter muito dinheiro é sinônimo de ser corrupto, é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha que um rico entrar no reino do céu”.

Falando em “crenças limitantes”: É um pensamento recorrente que foi tão repetido que se tornou uma crença.

A escassez: a culpa é inerente e a competição é saudável e necessária (já que não tem pra todo mundo) num sistema cristão-ocidental-capitalista.

A desaprovação dos pais: Até os 4 anos de idade você já ouviu cerca de 9 ‘nãos’ para cada ‘sim’. Daí em diante, você segue a vida ouvindo 9 coisas negativas para cada coisa positiva sobre você, e você acredita!

Roda da Abundância: declarar, solicitar, arriscar e agradecer.

A Roda do Doar e receber. Tempo, afeto, dinheiro… Você doa por caridade ou por generosidade? Você não doa por escassez ou por egoísmo? Receber: você tem dificuldades em receber, em cobrar ou atribuir valor pelo seu trabalho? É orgulho ou vergonha?

As 4 leis fundamentais da riqueza: ganhar, gastar, economizar e investir.

Doar x Perdoar: Dinheiro, Tempo, Afeto…

As 6 emoções e sentimentos que nos impedem de ser o maior imã do Universo:

  1. Ansiedade: despreparo ou excesso de pré-ocupação com problemas do futuro. Antídoto: pensar 10% no problema e 90% nas soluções. PS: Se você está ansioso com algo em relação ao futuro, é sinal de que está tudo bem no presente. Quando não está tudo bem, você fica desesperado ou em pânico, e não ansioso.
  2. Insegurança: parente da ansiedade. Decorre do despreparo, da vergonha ou da baixa auto-estima. Antídotos: preparação, planejamento (prever e previnir)
  3. Vergonha: decorre da baixa auto-estima e do excesso de auto-crítica. Disfarça-se de timidez. A vergonha e o medo de errar são comorbidades. Antídoto: aprender com o erro, (re) calcular a rota e não ter medo de arriscar.
  4. Stress: causado pelo excesso de cortisol e adrenalina. Prejudica a concentração, a memória e a capacidade de tomada decisão e atitudes com serenidade.
  5. Desânimo: Parente da preguiça. Causa anedonia. Falta de prazer, perda da motivação e gosto pela vida. Causado por descuídos, distúrbios e transtornos na alimentação, no sono regular e no exercício físico.
  6. Baixa auto-estima: “não posso, não mereço, não quero, não consigo…”
  7. (Excesso de auto-crítica. Falta de auto-amor. Volta ao primeiro.)

OBS: Emoções primárias: medo, tristeza, raiva, nojo e ALEGRIA.

Cuidado com o fast-food emocional!

Os remédios (dorflex, neosoro, losartana, neosaldina, rivotril, ritalina, o prosac e as inúmeras pílulas do momento contra ansiedade, depressão e etc …), as drogas lícitas (cigarro, alcool, açúcar, mcdonalds, bobs, etc…) e as drogas ilícitas (…) são fast-foods emocionais.

Ou melhor, são bóias. Quando você está se afogando, dê graças ao Universo a existência das bóias. Mas você não vai querer passar a vida boiando, né? Então, aprenda a nadar!

Pílulas emocionais: Cardápio da Alegria. O que te move? Te comove? Te faz bem? O que você ama? (Existem cerca de 8 bilhões de cardápios variados, cada ser humano possui seu próprio cardápio, e o cérebro de cada um está sempre escolhendo a melhor opção, segundo o cardápio de cada um.

Experimente uma nova alimentação emocional: no lugar do cigarro, do café, dos doces ou qualquer outra substância da qual você está dependente coloque alguma dessas novas opções para nutrir seu espírito, mente e corpo:

  1. Arte
  2. Música
  3. Cinema
  4. Literatura
  5. Yoga / Posturas / Alongamentos / Respirações
  6. Meditação
  7. Alimentação Viva

Tudo isso que eu falei você JÁ ESTÁ CANSADO DE SABER.

Se você já está cansado de SABER E FAZER, entre em contato conosco e compartilhe seu conhecimento e sua prática.

fornoharmonico@gmail.com

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.