Retrospectiva da MUSIK-Expedition 2019.1 (4a edição)

“Uma jornada de mil léguas começa com o primeiro passo”

Veja nesta retrospectiva o passo-a-passo da 4a edição do evento que aconteceu entre 16 de janeiro e 10 de fevereiro de 2019.

A página MUSIK-Expedition alcança 1000 curtidas às vésperas do embarque de mais uma Expedição Musical rumo à Alemanha (4a. edição)

No dia 14 de janeiro de 2019, a MUSIK-Expedition alcançava a marca de 1000 seguidores em sua página e embarcava mais uma Expedição Musical com 7 tripulantes são-joanenses, integrantes da UFSJ e do Conservatório Estadual de Música PJMX, rumo à cidade de Koblenz — Alemanha.

Infográfico: Balanço do Instituto Spix & Martius — A Expedição Musical 2019.1 em números

Ao longo de 26 dias de Expedição, foram mais de 50 horas de ensaio de coral e orquestra, promovendo cerca de 8 horas de apresentação, entre concertos e recitais. Além das cerca de 7 horas de aulas de regência, violino, violoncelo, piano e música de câmara e das 3 horas de visitas guiadas ao Teatro Municipal de Koblenz e a Casa da Mãe de Beethoven. Ou seja, esta Expedição deixou como legado aproximadamente 68 horas de música e atividade cultural em solo alemão.

Passo-a-passo da Expedição Musical 2019.1 (Alemanha), confira:

Os sete tripulantes da Expedição Musical 2019 se preparam para o embarque rumo à Alemanha (15/jan)

No dia 16 de janeiro, a Expedição desembarcou na Alemanha e foi recebida pelos alunos e coordenadores do curso de música e da ASSIN (Diretoria de Assuntos Internacionais) da UniKoblenz para recepção de boas vindas e apresentação do projeto, que já promoveu o intercâmbio de mais de 60 alunos e professores entre as instituições desde 2016. Foi a primeira viagem de estudantes da UFSJ para a UniKoblenz depois da assinatura do memorando de entendimento que firmou a parceria entre as instituições em 2018, possibilitando o intercâmbio acadêmico oficial entre estudantes e professores das instituições a partir de 2019. Durante a recepção, a coordenação ressaltou o propósito da instituição de internacionalizar sua atuação e destacou a relevância de projetos como a Musik-Expedition para a Universidade de Koblenz-Landau.

A coordenação do curso de música da UniKoblenz dá as boas vindas aos tripulantes da Expedição Musical

Entre 18 e 20 de janeiro, os tripulantes da Expedição Musical integraram-se aos músicos da Uni-Koblenz sob a regência de Christian Jeub e participaram do final de semana de imersão no albergue da juventude em Oberwesel, totalizando 18 horas de ensaios da orquestra.

Final de semana de imersão: Ensaios junto ao Coral e Orquestra da UniKoblenz

No dia 23 de janeiro, os tripulantes da Expedição Musical se apresentam na MIMIKO: Mittwoch-Mittagskonzert da Universidade de Koblenz — Landau, um concerto de música brasileira para piano, violino, violoncelo e violão apresentada com diferentes formações.

Apresentação solo da professora do Conservatório PJMX e pianista do Trio Clan, Adriana Abid Mundim

O Trio Clan, formado por Adriana Abid Mundim (piano), Ana Julia Chinelato (violoncelo) e Cleiton Ribeiro (violino), apresentou aos alemães a música são-joanense, mineira e latino-americana.

Apresentação do Trio Clan (Cleiton Ribeiro, Adriana Abid Mundim e Ana Julia Chinelato) no MIMIKO: Mittwoch-Mittagskonzert na Universidade de Koblenz-Landau.

Aires Starling, estudante do Conservatório, e Thaís Santos são graduandos no curso de música da Universidade Federal de São João del Rei — UFSJ. O duo, formado por violão e violino, apresentou a música popular brasileira. O Duo da Expedição destacou em seu repertório exímios compositores brasileiros como Villa Lobos, Zequinha de Abreu, Tom Jobim, entre outros.

Thaís Santos (violino: estudante UFSJ) e Aires Starling (violão: estudante UFSJ / Conservatório PJMX)

No repertório, músicas clássicas e populares de compositores de diversas épocas e regiões do Brasil e da América Latina. A participação no evento foi coordenada pelo professor Jakub Lojek. Após apresentação do Duo da Expedição, o Trio Clan encerrou o concerto com destaque para os compositores Villani-Cortês e Astor Piazzolla

Os tripulantes da Expedição Musical e os professores e coordenadores do curso de música da UniKoblenz

No dia 26 de janeiro, os tripulantes da Expedição Musical apresentaram na Citykirche am Jesuitenplatz o Concerto de Música Brasileira: Clássica e moderna. O grupo se apresentou em solo, duos, trios e até quartetos, contando também com pequenas participações de integrantes de edições anteriores da Musik Expedition em solo brasileiro em 2017 e 2018.

O Trio Clan e os músicos da Expedição Musical apresentam: Concerto de música brasileira clássica e moderna na Citykirche, em Koblenz.

Neste dia, aconteceu também a homenagem aos 200 anos do nascimento do Padre José Maria Xavier, patrono do Conservatório Estadual de Música de São João del Rei. No concerto de música brasileira clássica e moderna, os alunos da Universidade de Koblenz, juntamente ao idealizador do projeto, Lucio Barreto, interpretam a procissão do enterro, composição do padre são-joanense que é cantada até hoje nas comemorações da semana santa da cidade.

Homenagem aos 200 anos do nascimento do compositor e padre José Maria Xavier na Jesuitenplatz em Koblenz

Em 28 de janeiro, a Expedição Musical apresentou a música brasileira de forma pedagógica e interativa para as crianças da escola Grundschule Koblenz-Güls.

Expedição Pedagógica e Interativa na Grundschule Koblenz-Güls

Em meio a tantas horas de ensaios e apresentações, a Expedição Musical encarou o inverno alemão e fez alguns passeios e visitas guiadas pela região: No Teatro Municipal de Koblenz, fundado em 1787, que está entre os teatros mais antigos da Alemanha e conta com produção própria dos cenários e figurinos das suas peças teatrais e óperas, a Expedição Musical teve a oportunidade de conhecer as oficinas onde tudo isso acontece: marcenaria, sala de pintura, alfaiataria, sala de ensaios e oficina de máscaras, perucas e maquiagens. A Expedição visitou também a casa onde nasceu a mãe de Beethoven e conheceu um pouco de sua história.

Ensaio Geral: No dia 30 de janeiro, o último ensaio para o concerto de encerramento de semestre da Universidade de Koblenz. Sob a regência de Christian Jeub, os músicos brasileiros integraram-se à orquestra e coral que apresentou na St. Kastor, igreja mais antiga de Koblenz🇩🇪, o Oratório de Elias, uma grande obra de Felix Mendelssohn.

Passagem de som na Igreja de St. Kastor: Oratório de Elias, obra de Felix Mendelssohn
“Este Elias também teria agradado ao compositor. A UNIMUS executou com excelência o famoso Oratório de Mendelssohn Bartholdy”, ressalta a crítica feita pelo jornal alemão Rheinzeitung.
Concerto de encerramento do semestre da Universidade de Koblenz com participação da Expedição Musical. (Imagens: UNIMUS 2019 — divulgação oficial)

E ainda, os tripulantes foram convidados a participar da aula de regência do professor Christhian Jeub e tiveram oportunidade de fazer aulas particulares, oficinas e masterclass com professores e músicos da UniKoblenz.

O pianista Jakub Lojek, professor da UniKoblenz, com os tripulantes Adriana Abid Mundim e Cleiton Ribeiro

Em sua última missão, a Expedição Musical integrou mais uma vez a orquestra e coral da Universidade de Koblenz que apresentou na Christuskirche a Cantata BWV 143 de Bach: “Lobe den Herrn, meine Seele”.

Última apresentação na Christuskirche: a Cantata BWV 143 de Bach: “Lobe den Herrn, meine Seele”.

Cumprida a última missão da Expedição Musical em solo alemão, os tripulantes participaram de uma festa de confraternização e despedidas, encerrando a programação de atividades da MUSIK-Expedition 2019.1: Alemanha no dia 10 de fevereiro.

E assim, finalmente, no dia 11 de fevereiro, os tripulantes da Expedição Musical se despediram de Koblenz e seguiram rumo a Frankfurt para voar de volta para o Brasil, chegando em São João del-Rei no dia 12 de fevereiro.

Adriana Abid Mundim, Ana Julia Chinelato, Cleiton Ribeiro, Thais Santos, Christian Jeub, Lucio Barreto, Maria Cecília Beraldo, Emanoel Veloso e Aires Starling. Os tripulantes da Expedição Musical juntos do professor e regente Christian Jeub (UniKoblenz), logo após o concerto de encerramento do semestre da Universidade de Koblenz, que contou com a participação especial do também são-joanense Emanoel Veloso, atualmente cantor da ópera de Nuremberg.

FICHA TÉCNICA

MÚSICOS / INSTITUIÇõES (quem somos?)

Adriana Abid Mundim — piano, professora PJMX

Aires Starling — violão, estudante UFSJ e PJMX

Ana Julia Chinelato — violoncelo, estudante UFSJ

Cleiton Ribeiro — violino, professor PJMX

Christian Jeub — regente UNIMUS, professor UniKoblenz — participou das Expedições em São João del-Rei em 2016 e 2017

Jakub Lojek — pianista e professor UniKoblenz — participou das Expedições em São João del-Rei em 2017 e 2018

Lucio Barreto — idealizador, professor de música (PJMX) e professor de alemão (ISM — Instituto Spix & Martius)

Maria Cecília Beraldo — canto, fotografia, ‘engenharia de produção cultural e gestão da qualidade’ (estudante UFSJ e PJMX)

Thais Santos — violino (estudante UFSJ)

Amanda Faria Oliveira — Relações internacionais e Tradução (inglês)

Emanoel Veloso — canto (Ópera Nuremberg)

Pedro Lago — Planejamento, Gestão e Comunicação Integrada (ISM)

Produção Audiovisual e Cobertura Colaborativa: Era / Sintrópica / Forno Lab!

Realização:

Instituto Spix & Martius, em parceria com o Forno Harmônico Produções

Colaboração / Parceiros:

Conservatório Estadual de Música Pe. José Maria Xavier — PJMX
Universidade Federal de São João del-Rei — UFSJ
Orquestra Ribeiro Bastos, ORB
Orquestra Lira Sanjoanens, Lira
Instituto Spix & Martius, ISM
Universidade de Koblenz-Landau (ALE)
E vem aí, de 11 a 17 de agosto, a MUSIK-Expedition 2019 no Brasil, em São João del-Rei. Acompanhe cada passo dessa Expedição Musical através do site do Instituto Spix & Martius ou pela página da MUSIK-Expedition: Expedição Musical no facebook: https://www.facebook.com/musikexpedition/