Tenso

Já faz um tempo que eu tô tenso
e quanto mais eu penso
dispenso o momento
caminhando contra o vento
agora o silêncio
já não me conforta
eu toco a campanhia
depois de arrombar a porta
se tu não concorda
é melhor sair do meio
eu dei foi muita corda
e acordei sem freio
debaixo do meu travesseiro
eu esqueci um sonho
mas nem faz mal
eu ainda me disponho
e proponho uma nova análise
zoológica do mundo
o ser humano
o animal mais imundo
todos nós
nascidos em cativeiro
pagando pra ver
só quem morre primeiro
mas quem que é que diz
com certeza o que somos
um monte de ideias
ou um monte de cromossomos
sejamos francos
que eu ainda me garanto
reclamo do que acho
e o que eu acho devolvo ao dono
mas logo me encontro
aonde eu nem te conto
me tomo um pouco tonto
tentando provar um ponto
sobre como é inútil
tentar ser aceito
é mais fácil matar 
o mundo inteiro no peito

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.