Eu, você, o tempo, o silêncio e a ausência.


Eu, você, o tempo, o silêncio e a ausência. Outrora dilacerados, esses personagens, agora, concretizam-se em meras e ínfimas palavras. Eu as grito! Eu sangro, nessas palavras, o resto do sangue que ainda me mantém vivo. E tu há de ouvires um dia, mas hoje basta que leias.

Aqui estou, confessando-me, diante da tua beleza tão assolante, tão incorporal, tão sublime. E eu te admiro, mas logo ponho-me a fugir desse desejo, pois lembro-me que devo evitar te olhar. Essas são as letras pequenas do tratado que assinei. Sabeis, que ao olhar no fundo dos teus olhos, logo, sou atirado ao caos, ao vazio, ao incompreensível. Respiro, e então contenho-me, aprisiono esse desejo e jogo-o à ti, em palavras àquem do quão mais forte me dói a tua pseudopresença.

Tento de tantas formas e com inúmeras palavras, estas tão sem sentido, especular o que és tu, mas no fim nunca encontro resposta digna de certeza. E assim encontro-me retido e confuso. Afinal quem és tu? Já pensei que me és escuridão, aterradora! Sim, escuridão. Mas, só eu sei, quantas vezes desejei profundamente uma dose cavalar dessa escuridão que, imagino tão somente nós dois no escuro, e assim estariam teus cabelos jogados em meu peito enquanto a sua respiração ditasse o ritmo em que eu deveria dar suspiros de puro êxtase.

Esse sou eu, que durante um certo tempo, em silêncio, admira a tua não presença. Poderia eu dizer que isto me é de um todo ruim? Não, pois é na ausência que encontro a mais pura e bela presença, só para mim, sem outros, sem ruídos. O silêncio é cúmplice do nosso crime, a ausência é castigo, e o tempo, nefasto, nada é se não o carrasco que arrasta-se e jamais nos fará justiça.

De agora em diante preciso confessar-me em palavras, o que a tua ausência causa-me, enquanto a ti cabe, ao ler, suprimir o que sentes. Lembre-se, nosso trato prevê o melhor, mas o destino costuma ser impreciso.


Para ler outros textos clique aqui
A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.