Meu Grito Mudo

Amo escutar poesia,
não lê-la.
Gosto que me digam o que sentir,
porque quando eu tenho que explorar sozinha
tenho medo.
Fujo;
Ler é sentir,
expressar a propria dor.
Dizem por ai que o poeta é um fingidor,
talvez eu seja a melhor poetisa.

Gosto que me peguem pelo braço e digam:
Assim…
Porque quando ando sozinha,
as palavras enchem-se de ardor.
Elas queimam,
vão fundo;
Me entorpecem como se fossem essências;
As flores estão nos livros.
Cada letra tem um dom.

Gosto do tom da voz.
Cada timbre esconde mistérios,
que nem o melhor detetive conseguiria decifrar.
Gosto de escutar poesia.
Gosto de entender o entendido no que esta escrito,
porque quando solto da mão de quem declama,
meu coração chama,
meu peito pula,
meus olhos ardem.

Gosto de poesia,
mas não de lê-la.
Gosto de escuta-la,
e receber, pronto da voz que escuto,
meu grito mudo;

Texto de Ysmn (pseudônimo de uma amiga)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.